Governo quer menos farmácias de serviço já em 2018Notícias de Saúde

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 | 80 Visualizações

Fonte de imagem: Comunidade Cultura e Arte

A partir de 1 de janeiro de 2018 serão menos as farmácias obrigadas a funcionar fora de horas e a cumprir turnos de serviço permanente. O Governo reviu o projeto de decreto-lei relativo ao funcionamento das farmácias, mas manteve a diminuição do número de espaços obrigados a funcionar durante a noite.

Ao “JN”, o secretário-geral da ANF, Nuno Flora, declarou que «as soluções do projeto não são as que as farmácias defendem e os doentes precisam».

Este projeto defende que, nos municípios sem serviço de urgência, a farmácia de serviço deve manter-se em funcionamento apenas uma hora após o encerramento do posto de saúde local.

O executivo propõe ainda que exista uma farmácia de serviço extra em concelhos com serviços de urgência do Serviço Nacional de Saúde apenas quando se ultrapassem os 80 mil habitantes. A lei atual determina que os concelhos com 60 mil habitantes tenham pelo menos uma farmácia de serviço, devendo o número de estabelecimentos abertos crescer por cada 60 mil habitantes, avançou o “Observador”.

Partilhar esta notícia
Referência
Observador