Governo passa a ter 30 dias para abrir concursos para recém-especialistasNotícias de Saúde

Quarta, 14 de Fevereiro de 2018 | 19 Visualizações

Fonte de imagem: frmcwv

Projeto de lei do PCP aprovado com os votos contra do PS

Foi aprovado um projeto de lei do PCP que obriga à abertura de concurso no prazo de 30 dias para contratar médicos recém-especialistas que concluíram com aproveitamento a formação específica.

«A abertura do procedimento concursal ocorre no prazo de trinta dias após a homologação e afixação da lista classificativa final do internato médico, independentemente da época de avaliação a que se refere e destina-se aos médicos internos recém-especialistas que concluíram com aproveitamento a formação específica», lê-se no documento que foi aprovado, nesta sexta-feira, no Parlamento, com os votos contra do PS e a favor de todas as restantes bancadas.

Entretanto, o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) já manifestou o seu «regozijo e apreço» pela aprovação da iniciativa Parlamentar do PCP, registando, pela positiva, a «postura» daquele Grupo Parlamentar.

Foi aprovado um projeto de lei do PCP que obriga à abertura de concurso no prazo de 30 dias para contratar médicos recém-especialistas que concluíram com aproveitamento a formação específica

Recorde-se que em janeiro passado, este sindicato denunciou que pelo menos 200 dos cerca de 700 médicos recém-especialistas que aguardavam há meses por um concurso de colocação como especialistas já tinham saído para o estrangeiro ou para hospitais privados e parcerias público-privadas.

Partilhar esta notícia
Referência
Univadis

Notícias Relacionadas