Fumar um cigarro por dia é suficiente para aumentar o risco cardiovascularNotícias de Saúde

Quarta, 14 de Fevereiro de 2018 | 12 Visualizações

Fonte de imagem: ABC10

Um novo estudo divulgado recentemente no British Medical Journal vem contrariar a ideia de que fumar apenas um ou dois cigarros por dia é suficiente para reduzir o risco cardiovascular. A única maneira de o conseguir é deixando este hábito por completo.

 

O grupo de investigadores concluiu que fumar apenas um cigarro por dia representa 46% do risco de doença cardíaca coronária em homens e 31% do risco para mulheres. Relativamente ao AVC, o risco associado a um cigarro por dia corresponde a 41% para os homens e 34% no caso das mulheres.

Em declaração ao site Medscape, o Dr. Allan Hackshaw, da University College London e autor principal do estudo, afirmou que “houve uma grande mudança de pessoas a fumar de 20 a 25 cigarros ao dia para fumar apenas alguns cigarros ao dia, com a suposição de que isso seria o suficiente. Na visão delas, fumar poucos cigarros ao dia não pode ser prejudicial, e provavelmente não estaria muito longe da verdade para o risco de cancro. Para muitos tabagistas, provavelmente é a primeira coisa que vem à mente, mas o risco cardiovascular é grande”.

O investigador avança ainda que “o principal impacto sobre a saúde pública é que os tabagistas fizeram bem em reduzir e existem vários métodos para ajudá-los a interromper e reduzir. Mas o objetivo é continuar a procurar esses métodos, encontrar um que se adapte a eles, para reduzir e depois cessar completamente”.

Segundo a OMS, o tabaco é responsável por um milhão e 200 mil mortes por ano, na Europa, um número que tende a aumentar para os dois milhões. O tabagismo é a causa de 20% da mortalidade por doença coronária, sendo que as doenças cardiovasculares são 2 a 4 vezes mais frequentes nos fumadores.

Partilhar esta notícia
Referência