Fumar durante a gravidez aumenta risco de esquizofrenia no filhoNotícias de Saúde

Quinta, 26 de Maio de 2016 | 17 Visualizações

Fonte de imagem: hmsportugal

A exposição à nicotina aumenta o risco de esquizofrenia em 38%.

Um estudo conjunto entre universidades da Finlândia e dos Estados Unidos revela que fumar durante o período de gestação aumenta significativamente o risco de esquizofrenia no filho.

Publicado no American Journal of Psychiatry, o estudo indica que a exposição à nicotina (superior a 50 ng/mL) faz aumentar o risco desta doença em 38%, uma percentagem preocupante tendo em conta que estima-se que 25% das grávidas continuem a fumar durante a gravidez.

Os dados foram obtidos após terem sido analisadas as gestações de mulheres na Finlândia entre 1983 e 1998 e os dados acerca da esquizofrenia em mil pacientes.

“Para o nosso conhecimento, este é o primeiro estudo baseado num biomarcador para mostrar uma relação entre a exposição à nicotina fetal e a esquizofrenia”, escreveram os autores, citados pelo Mirror.

Partilhar esta notícia
Referência
POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados