Fumadores têm maior probabilidade de desenvolver problemas ocularesNotícias de Saúde

Quinta, 31 de Maio de 2018 | 12 Visualizações

Fonte de imagem: Ginae Reviews

O tabaco pode levar ao agravamento do glaucoma, provocar cataratas e degenerescência macular.

“Os malefícios do tabaco associados a patologias cardiovasculares, pulmonares e à diabetes são constantemente abordados mas o que ainda não é do conhecimento da maioria da população é que uma das consequências da exposição ao fumo do tabaco é a ocorrência de problemas oculares”, é este o alerta dado por Manuel Monteiro Grillo, Presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO), no âmbito do Dia Mundial Sem Tabaco, que se assinala hoje.

Manuel Monteiro Grillo começa por explicar que “os fumadores, quer sejam ativos ou passivos, inalam substâncias tóxicas que chegam a todos os órgãos do corpo, através da corrente sanguínea, inclusive para o sistema ocular, podendo danificá-lo de forma irreversível. As cataratas e a degenerescência macular são dois exemplos de doenças oculares que aumentam com a exposição ao fumo do tabaco.”

“De notar que a exposição ao fumo do tabaco não afeta apenas a parte interna do globo ocular mas também a superfície ocular. Tanto pode interferir no filme lacrimal como também se pode tornar um factor irritativo. As alterações vasculares que o fumo do tabaco provoca pode também levar ao agravamento do glaucoma,” acrescenta Manuel Monteiro Grillo.

Dias antes do 31 de maio, data em que se assinala o Dia Mundial Sem Tabaco, o Presidente da SPO deixa o alerta para os malefícios do tabaco na saúde ocular, concluindo que “o fumador tem maior probabilidades de desenvolver vários problemas, incluído problemas de visão. É, por isso, também importante estar atento a esta relação perigosa entre o tabaco e saúde ocular.”

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados