Frutas e Vegetais: Frescos, congelados ou enlatados?Notícias de Saúde

Quinta, 17 de Março de 2016 | 533 Visualizações

Fonte de imagem: oglobo

Comprar os vegetais e frutas frescos nem sempre é a melhor opção. Saiba distinguir.

Assim como certos vegetais e frutas são mais nutricionais e saudáveis depois de cozinhados, também nem sempre é melhor comprar fresco do que congelado ou em conserva.

O site Pure Wow fez o género de um ‘guia’ com cinco alimentos que o ajuda a perceber qual é a melhor opção - dentro dos frescos, congelados ou em conserva – a comprar em cada caso.

Ervilhas: Congeladas. Além de ser uma opção mais prática, um pacote de ervilhas tem mais betacarotenos, um pigmento que o corpo converte em vitamina A, do que na versão fresca ou de conserva.

Tomates: Enlatados. Os tomates enlatados são preservados através do uso de calor, o que faz com que seja libertado mais licopeno da fruta, um químico natural que protege o corpo de doenças cardiovasculares e de alguns cancros. Nesta versão também têm mais betacarotenos.

Limões: Frescos. Claro que comprar sumo de limão é mais fácil do que espremer os limões frescos, mas optar pela versão natural vale mais a pena, até porque os sumos de limão engarrafados (seja para beber ou temperar) muitas vezes contêm aditivos como açúcar e água.

Espinafres: Congelados. Além de ser mais nutricional depois de cozinhado, como destaca o Pure Wow, o espinafre faz melhor quando é congelado. Um copo de espinafres congelados tem mais de quatro vezes a quantidade de certos nutrientes (fibra, ácido fólico, ferro e cálcio) do que a mesma quantidade de espinafres frescos, já que é mais densamente embalado.

Milho: Enlatado. É muito mais fácil de consumir assim mas o próprio processo de conserva também aumenta os seus níveis de carotenóides, incluindo luteína, um pigmento que protege o corpo dos efeitos dos radicais livres, que desempenham um papel em muitas doenças.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas