Fatores que interferem com a fertilidade femininaNotícias de Saúde

Domingo, 31 de Maio de 2015 | 78 Visualizações

As dificuldades em engravidar podem ser causadas por simples hábitos diários que, embora rotineiros, são fatais para a saúde e para o bom funcionamento do organismo.

Na sua página online, a revista Health revela quais são os 10 principais fatores que interferem com a fertilidade das mulheres e que levam a verdadeiras lutas para engravidar.

1. Obesidade – o excesso de peso interfere com a produção de hormonas e, por consequência, prejudica o bom funcionamento dos ovários, diz o médico ginecologista e obstreta William Schlaff, do Jefferson Medical Colleg.

2. Magreza excessiva – as mulheres com um índice de Massa Corporal (IMC) demasiado baixo têm dificuldades em produzir leptina, que quando é escassa leva à ausência de períodos menstruais, de acordo com um estudo da Universidade de Harvard de 2009.

3. Idade – é certo e sabido que as mulheres depois dos 40 anos têm mais dificuldade em engravidar uma vez que facilmente entram no estado de pré-menopausa por essa idade.

4. Genes maternos – se a sua mãe teve a menopausa cedo, é muito provável que também a tenha e que a sua fecundação seja mais fraca com o passar dos anos.

5. Químicos – um estudo publicado em 2009 revela que a exposição a poluentes, pesticidas e compostos industriais pode diminuir a capacidade da mulher em engravidar em 29%.

6. Tabaco – o ato de fumar é responsável por 13% dos casos de infertilidade no mundo, diz a Health.

7. Álcool – embora não exista ainda numa relação cientificamente provada, um estudo sueco que analisou sete mil jovens detetou que as que mais bebidas alcoólicas ingeriam apresentaram uma maior dificuldade em engravidar anos depois.

8. Amamentação – as mulheres que encontram a amamentar uma criança apresentam mais dificuldades em engravidar nesse período.

9. Exercício físico em excesso – treinar de mais altera as hormonas e pode causar problemas de ovulação. Em 2012, um estudo conclui que as mulheres que treinam exaustivamente mais do que cinco horas por semana têm mais dificuldade em ficarem grávidas.

10. Cafeína – em 2012, um estudo dinamarquês concluiu que as mulheres que bebiam mais do que cinco cafés por dia tinham mais dificuldade em ter sucesso nos tratamentos in-vitro.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas