Farmácias vão tratar feridas, dar consultas de nutrição e realizar testes rápidosNotícias de Saúde

Segunda, 09 de Abril de 2018 | 13 Visualizações

Fonte de imagem: Biomig

Novas competências entram em vigor a 9 de maio

A partir de maio, os utentes vão poder ter acesso a novos serviços prestados nas farmácias, entre os quais consultas de nutrição, programas de adesão à terapêutica, testes rápidos para o rastreio de infeções por VIH, VHC e VHB, e mesmo serviços simples de enfermagem, nomeadamente tratamento de feridas e cuidados a doentes ostomizados.

Segundo a Portaria publicada hoje no Diário da República, e especificamente no caso dos testes rápidos, está contemplada a possibilidade de as farmácias poderem fazer também «o aconselhamento pré e pós-teste e a orientação para as instituições hospitalares dos casos reativos», de acordo com as redes de referenciação hospitalar aprovadas.

As farmácias podem ainda promover campanhas e programas de literacia em saúde, prevenção da doença e de promoção de estilos de vida saudáveis e prestar cuidados na prevenção e tratamento do pé diabético, de acordo com as orientações estabelecidas pela Direção-Geral da Saúde.

A partir de maio, os utentes vão poder ter acesso a novos serviços prestados nas farmácias, entre os quais consultas de nutrição, programas de adesão à terapêutica, testes rápidos para o rastreio de infeções por VIH, VHC e VHB, e mesmo serviços simples de enfermagem

Estas novas valências têm de ser prestadas «nas condições legais e regulamentares e por profissionais legalmente habilitados». Além disso, as farmácias devem dispor de instalações adequadas e autonomizadas, lê-se no diploma

A Portaria define igualmente que as farmácias devem divulgar o tipo de serviços prestados e o respetivo preço, de forma visível, nas suas instalações, podendo ainda esta informação ser divulgada nos seus sítios da internet.

Partilhar esta notícia
Referência
Univadis

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados