Exercícios para quando estiver demasiado preguiçosoNotícias de Saúde

Segunda, 18 de Maio de 2015 | 240 Visualizações

Quando a preguiça fala mais alto, não há nada a fazer. Esta é uma das principais reações das pessoas que se deixam levar por este pecado capital, mas há sempre uma forma de contornar a vontade de nada fazer… exercitando-se.

O Huffington Post revela alguns dos exercícios físicos que deve fazer quando sentir que a preguiça está a apoderar-se do seu corpo e da sua força.

Comece por alongar… na cama. Se está deitado e sem vontade de se levantar, continue assim, mas alonge e espreguice ao máximo. Além de estar a melhorar a sua flexibilidade, está também a melhorar a fluidez de sangue pelo corpo, o que fará com que fique mais desperto.

Se já está de pé, opte por alguns movimentos de ioga. Não só continua a alongar como também recupera a energia nos dias em que a preguiça se confunde com cansaço excessivo. Manter-se na mesma posição de ioga estimula ainda o controlo da respiração e deixa-o mais relaxado… mas não preguiçoso.

Faça um ‘pacto’ com a sua televisão. Se quer passar uma tarde em frente ao monitor, faça-o. Mas tire algum proveito útil disso, mais não seja, sugere o Huffington Post, faça pequenos circuitos de exercícios durante os intervalos mais longos, aqueles em que as publicidades parecem não ter fim.

Estava planeado ficar o dia todo de ‘papo para o ar’ mas precisa de ir à mercearia ou à farmácia? Aproveite esta pequena saída para movimentar-se e escolha as escadas para sair de casa, ou caso não as tenha, faça o caminho mais longo e na companhia do seu amigo de quatro patas.

Mas a preguiça nem sempre é propositada e, por vezes, chega mesmo a incomodar. Nessas alturas, seja impulsivo e faça algo. Limpar e aspirar a casa é uma excelente opção, pois, para além de económica, ajuda a manter-se ativo por um bom bocado de tempo.

A última sugestão do Huffington Post é a meditação. Concentrar-se em si e na sua respiração irá ajudar a que limpe a mente e ganhe energia para combater a preguiça.

Partilhar esta notícia
Referência
Huffington Post

Notícias Relacionadas