Exercício físico extenuante prejudica intestinosNotícias de Saúde

Quarta, 21 de Junho de 2017 | 295 Visualizações

A prática prolongada de exercício físico extenuante, como ciclismo ou corrida, poderá prejudicar o trato intestinal, sugere um novo estudo.
 
Conduzido por uma equipa de investigadores liderados por Ricardo Costa, do Departamento de Nutrição, Dieta e Alimentação da Universidade de Monash, na Austrália, o estudo envolveu a análise de oito estudos relacionados com a temática.
 
Os resultados revelaram que após duas horas de exercício intenso contínuo, altura em que 60% dos desportistas atingem o nível de máxima intensidade, podem ocorrer danos nos intestinos. 
 
Foi observado que o risco de danos intestinais e de problemas com a função intestinal aumenta com a intensidade e duração do exercício físico.
 
“A redistribuição do fluxo sanguíneo dos intestinos para os músculos em funcionamento danifica as células intestinais, o que poderá conduzir à morte celular, intestino permeável e respostas imunitárias sistémicas devido à penetração pelas bactérias intestinais na circulação geral”, avançou o autor principal do estudo.
 
Ricardo Costa disse ainda que o stress provocado pelo calor faz piorar o problema, acrescentado que as pessoas com uma predisposição para doenças intestinais poderão ter mais tendência para problemas de saúde relacionadas com o exercício físico.
 
Para prevenir os problemas intestinais causados pelo exercício físico intenso os investigadores recomendam que os desportistas se mantenham bem hidratados e consumam pequenas quantidades de hidratos de carbono e de proteína durante a prática do exercício físico. 
 
O autor principal do estudo acrescentou que as pessoas devem praticar exercício físico com o qual se sintam confortáveis, explicando que se sentimos dores abdominais ou no estômago é sinal que algo não está bem.
 
É também recomendado que os desportistas não tomem fármacos não-esteroides e anti-inflamatórios antes da prática de exercício físico intenso e que consulte um médico caso tenham sintomas de problemas intestinais durante a prática do mesmo.
 
É feita uma ressalva ao exercício físico moderado que traz muitos benefícios para a saúde a vários níveis.

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado “Alimentary Pharmacology & Therapeutics”

Notícias Relacionadas