Estudo: Framboesas promovem fertilidadeNotícias de Saúde

Quarta, 28 de Agosto de 2013 | 59 Visualizações

Um grupo de investigadores norte-americanos concluiu que o consumo de framboesas promove a fertilidade nos homens e nas mulheres, aumentando significativamente as probabilidades de gravidez. A responsabilidade é do alto nível de antioxidantes presentes neste fruto, que protegem o esperma de stress oxidativo. 

Para além do controlo do peso, as framboesas revelam, assim, novos benefícios para a saúde. As conclusões são de um estudo levado a cabo pelo Departamento de Energia do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley que diz que a chave está nos altos níveis de vitamina C - um nutriente fulcral na fertilidade masculina -e de magnésio - que contribui para a produção de testosterona - deste fruto vermelho.

Segundo a investigação, os homens com mais de 44 anos que ingeriram uma maior quantidade de Vitamina C revelaram menos 20% de problemas a nível do ADN do esperma, do que aqueles que não ingeriram esse tipo de alimentos.

"As framboesas são fonte de nutrientes essenciais para promover a fertilidade tanto nos homens como nas mulheres", diz a nutricionista Juliet Wilson, citada pelo Daily Mail.

Ácido fólico promove fertilidade feminina

A especialista acrescenta que o mesmo tipo de nutrientes pode ser encontrado em alimentos como brócolos e batatas: "as framboesas ainda não são devidamente reconhecidas pelos benefícios que apresentam para a saúde. Além de muitas outras coisas, é um 'snack' perfeito para os casais que quiserem ter filhos".

"Juntamente com o seu alto teor de vitamina C - uma única porção de framboesas fornece a mesma quantidade que 173 uvas -, são uma excelente fonte de ácido fólico, que é essencial para as fases mais importantes da fertilidade feminina e para desenvolvimento inicial do embrião", explica Juliet Wilson.

Segundo a nutricionista, as framboesas são ainda um excelente controlador de peso, devido ao baixo teor de açúcar, lenta absorção do organismo e alto teor de fibras, que ajudam a diminuir a fome.

 
Banco Da Saúde
Partilhar esta notícia
Autor
Daily Mail / Boas Notícias
Referência
Departamento de Energia do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados