Estudo diz que obesos não têm capacidade mental para se controlaremNotícias de Saúde

Domingo, 17 de Julho de 2016 | 96 Visualizações

Fonte de imagem: pixabay

Estudo da Universidade de Manitoba, no Canadá, diz que a obesidade está diretamente relacionada com a estrutura cerebral.

As pessoas com excesso de peso têm uma estrutura cerebral diferente daquelas que têm um peso considerado normal. Esta é a conclusão de um estudo da Universidade de Manitoba, no Canadá, que – polemicamente – diz que a obesidade está diretamente relacionada com a cognição e a sensação de recompensa, estando a primeira em níveis inferiores e a segunda em níveis mais superiores do que o devido.

Como se lê no site da universidade, o estudo defende que as pessoas com excesso de peso não têm capacidade mental para se controlar, o que faz com que tenham piores escolhas alimentares e que consumam mais alimentos (também devido a uma maior tendência para a recompensa).

O estudo contou com a análise a imagens dos cérebros de 32 adultos (16 homens e 16 mulheres) mentalmente saudáveis e com a medição do índice de massa corporal (IMC) de cada um, de forma a conseguir obter uma percentagem de gordura mais precisa.

De um modo geral, as imagens do cérebro não mostraram diferenças significativas no que diz respeito à massa branca (parte interior do cérebro) e massa cinzenta, mas apresentaram algumas alterações em zonas específicas.

Essas regiões ‘especificas’ eram aquelas que estão relacionadas com a recompensa – uma sensação que depende da libertação de dopamina – e com o funcionamento cognitivo, algo que afeta a capacidade de decisão (e que faz com que as pessoas com peso a mais optem pelas comidas menos saudáveis).

Partilhar esta notícia
Referência
POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

Notícias Relacionadas