Estes mitos fazem com que trabalhemos piorNotícias de Saúde

Terça, 27 de Outubro de 2015 | 15 Visualizações

Fonte de imagem: jobsearchlaws

Conheça os mitos sobre escritórios, trabalhar a partir de casa e brainstorming que podem estar a atravessar-se no sucesso da sua performance.

Nem todas as tendências no que toca ao local de trabalho e aos detalhes laborais melhoram a sua performance.

Antes de mais, a escrever no site Market Watc, a sociologista e empreendedora Anna Akbari explica que o dia de trabalho de oito horas, das 9 às 17h, com uma hora de almoço e 15 minutos de pausas é uma construção social e não modos operacionais ‘naturais’ que funcionam para todos os escritórios, indústrias e funcionários.

Aliás, algumas tendências e certos mitos podem mesmo estar a prejudicar a produtividade dos funcionários. Eis quatro mitos sobre o trabalho e o que deve fazer como alternativa.

Mito 1. Os ‘open spaces’ são mais produtivos. De acordo com um inquérito de 2010, 70% dos escritórios são ‘open spaces’. Mas os estudos mostram que a privacidade melhora a performance. Claro que este tipo de layout ajuda os funcionários a colaborar e a criar relações mais fortes mas as distrações e o barulho abundam, avisa a especialista.

Solução: Não precisa de fechar as pessoas em cubículos para que trabalhem mais e melhor mas os escritórios precisam de mais espaços privados e pequenas salas de reunião onde os colaboradores possam estar em sossego e possam focar-se na tarefa que têm para fazer.

Mito 2. A colaboração deve ser permanente. Demasiadas brainstorming podem até diminuir a criatividade e promove o ‘efeito de grupo’, diminuindo o valor das ideias individuais e até podendo levar à confusão entre ambiente profissional e de lazer.

Solução: Aposte no ‘design thinking’ - métodos e processos para abordar problemas, valorizando a aquisição de informações, análise de conhecimento e propostas de soluções, sugere a especialista.

Mito 3. Trabalhar a partir de casa é para preguiçosos. Contrariamente ao que muitos CEO’s possam pensar, um estudo da Universidade de Stanford indica que em muitas circunstâncias os colaboradores são mais produtivos, felizes e tendem menos a desistir quando lhes é permitido trabalhar a partir de casa. Além disso, trabalhar a partir de causa poupa-lhes o tempo de se arranjarem e viajarem até ao trabalho enquanto lhes permite trabalhar num horário que pessoalmente lhes renda mais.

Solução: Apesar dos benefícios de trabalhar em casa, os encontros casuais são uma ótima forma de construir relacionamentos, tropeçar em oportunidades inesperadas, e usar a sua presença física para se distinguir. Portanto, a solução não é evitar os colegas de trabalho a todo custo, mas sim ter a flexibilidade e a liberdade de ir e vir conforme necessário, sem estar acorrentado à sua secretária.

Mito 4. Um trabalho ‘a sério’ é um trabalho a tempo inteiro. O trabalho em regime freelance tem crescido rapidamente. A parte negativa é que tem poucos benefícios mas a flexibilidade é o mais positivo desta forma de trabalhar.

Solução: O caminho do empreendedorismo e do freelance não é exclusivo dos jovens. Portanto, nunca é tarde para ‘abrir as asas’ do empreendedorismo.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas