Estes alimentos podem prevenir a queda de cabeloNotícias de Saúde

Quinta, 11 de Maio de 2017 | 13 Visualizações

Fonte de imagem: NYT Cooking

A alimentação tem um papel determinante na saúde capilar.

Pouco ou nada (ainda) se pode fazer em casos de perda de cabelo precoce. Embora a ciência tenha dedicado algum tempo a esta questão e existam cada vez mais produtos com propriedades benéficas para os fios, a verdade é que os milagres nesta matéria ainda não existem… mas podemos dar um empurrãozinho nesse sentido.

Para tal, nada como apostar em alimentos que favorecem a saúde dos fios, que ajudam a combater o stress e deficiências nutricionais e que ainda melhoram a qualidade do sono. Esses alimentos são ricos em vitaminas e minerais que reforçam o sistema imunitário e que permitem um melhor funcionamento do organismo.

E o salmão é uma das apostas mais certeiras por ser rico em proteína, um dos macro nutrientes que mais atua na saúde das unhas e do cabelo. Conta a Prevention que este alimento é ainda um desencadeador da produção de queratina, um componente fundamental para a estrutura capilar e que tende a marcar presença num vasto leque de produtos que visam combater a calvície.

Seja como ingrediente principal de um champô ou aplicado diretamente no cabelo (numa proporção de 90% para 10% de água), o mel é também um dos alimentos a considerar. Um estudo levado a cabo em 2001 revela que este adoçante natural conseguiu melhorar a qualidade do cabelo em pacientes com dermatite seborreica crónica (uma espécie de caspa que causa a perda elevada de fios).

A perda de cabelo pode ainda ser combatida quando se inclui na dieta alimentos ricos em zinco, como é o caso das ostras (ou do grão-de-bico, das ervilhas, das sementes de girassol, nozes, ovos, etc.). Este mineral mostrou funcionar, em dois estudos diferentes, como uma barreira à perda de cabelo, mesmo em casos de alopecia.

Conta a revista que um estudo levado a cabo em 2014 provou que o consumo de óleo de sementes de abóbora (cerca de 400 miligramas por dia) promoveu um crescimento de cabelo na ordem dos 40% em homens que começam já verificar uma ligeira perda de fios.

Partilhar esta notícia
Referência
Daniela Costa Teixeira

Notícias Relacionadas