Estas são as dez melhores dietas do mundoNotícias de Saúde

Segunda, 16 de Maio de 2016 | 688 Visualizações

Fonte de imagem: huffingtonpost

O termo dieta é, por muitas pessoas, diretamente associado à perda de peso, mas a verdade é que nem sempre esse é o fim mais indicado. Conheça as dez melhores dietas do mundo para a saúde.

A alimentação é a causa e a consequência da boa e da má saúde. E embora o termo dieta seja quase sempre associado à perda de peso, a verdade é que a dieta pode ser mesmo a solução para a prevenção e tratamento das mais variadas condições de saúde.

E para prová-lo, um grupo de cientistas das universidades John Hopkins, Harvard, Nova Iorque e ICF International listou aquelas que são as dez melhores dietas do mundo.

Numa publicação feita na U.S. News and World Report, o conjunto de investigadores salienta a importância da alimentação para a boa saúde, revelando que algumas dietas são mesmo a única solução para travar o agravamento de determinadas doenças, lê-se no site da revista Veja.

1. Dieta anti hipertensão – Como indica o nome, esta dieta destina-se às pessoas que necessitam de controlar os níveis de sal. Neste tipo de alimentação, é dado destaque aos alimentos que previnem a hipertensão (como o potássio, a proteína e o cálcio) e é desaconselhado o uso de sal e a ingestão de alimentos processados.

2. Dieta anti demência – Esta dieta destina-se à prevenção do declínio cognitivo e aposta no consumo de alimentos que favorecem o trabalho cerebral, como é o caso dos frutos secos, dos peixes gordos e de outros alimentos ricos em ácido gordos ómega 3. A dieta mediterrânea é a que melhor se encaixa no perfil, uma vez que incentiva ainda o consumo de vegetais e frutas e ainda de proteínas magras.

3. Dieta anti colesterol  Este é outro tipo de alimentação que não só melhora a saúde como convida as pessoas a adotarem um estilo de vida mais saudável e ativo. Esta dite tem como objetivo reduzir o colesterol mau (LDL) através da ingestão de alimentos de baixo teor de gordura, embora os alimentos com gorduras boas sejam aconselhados. As fibras assumem-se como protagonistas.

4. Dieta da fertilidade – A pensar nos casais que não conseguem engravidar, esta dieta favorece o organismo e as hormonas. Os grãos integrais, as gorduras boas (como o azeite e abacate), as proteínas, os óleos vegetais e os lacticínios são os alimentos centrais desta dieta.

5. Dieta contra o peso – Esta é, possivelmente, a dieta com o objetivo mais procurado: a perda de peso. Embora esta dieta se foque na alimentação, o fator-chave está na perda dos hábitos que facilitam o ganho de peso, como comer em frente à televisão e não cozinhar.

6. Dieta anti peso e doenças crónicas – A dieta mediterrânea volta a assumir-se como uma das mais indicadas. Além de prevenir o declínio cognitivo, esta dieta é, segundo os investigadores, a que melhor faz a quem pretende prevenir doenças crónicas e o excesso de peso. Porém, esta dieta pede ainda a prática de exercício físico, sendo só assim eficaz.

7. Vigilantes de peso – Comum nos Estados Unidos, esta dieta requer o pagamento por acompanhamento, o que faz com que não sejam cometidos deslizes e exageros alimentares.

8. Dieta da longevidade – Embora também ajude a combater os quilos extra, esta dieta é a que mais beneficia o envelhecimento saudável, estimulando a longevidade de qualidade. Esta dieta consiste em adicionar cinco grupos de alimentos à mesa: proteínas vegetais, frutas/vegetais, grãos integrais, lacticínios, açúcares e pimentas, sendo que o consumo deves ser sempre moderado. A prática de 30 minutos de exercício por dia é ‘obrigatória’.

9. Dieta volumétrica – Este tipo de alimentação pede a ingestão de alimentos pouco calóricos, mas que deixem a pessoa saciada. É o caso das frutas, dos vegetais sem amido, das carnes magras e das sopas à base de caldo. Caminhar durante 30 minutos todos os dias é também recomendado.

10. Dieta para emagrecer – Chama-se dieta Jenny Craig e inclui um programa de emagrecimento personalizado.

Partilhar esta notícia
Referência
POR DANIELA COSTA TEIXEIRA