Emagrecer ajuda a ficar grávida mais depressaNotícias de Saúde

Segunda, 03 de Novembro de 2014 | 27 Visualizações

Perder algum peso – por exemplo, descer um número nas peças de roupa – ajuda a conceber de forma mais rápida, garantem investigadores norte-americanos, os quais chegaram à conclusão de que este efeito acontece não só com as mulheres obesas e com excesso de quilos como também junto daquelas que apresentam peso normal.

Cerca de cinco quilos a menos, garantem os cientistas da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, é o suficiente para que a gravidez ocorra, em média, um mês antes do que acontece com mulheres que mantêm o peso elevado. E embora o mesmo fenómeno ocorra em mulheres com o peso normal, os especialistas fazem sérios avisos quanto aos riscos de perder quilos apenas para tentar engravidar mais depressa. “Se a mulher é saudável, se tudo está bem com o seu peso e se não há problemas de fertilidade à partida, existem grandes hipóteses de ficar grávida em seis meses. Então que razão haverá para fazer dieta?” questiona a líder da pesquisa, Audrey Gaskins, no relatório apresentado recentemente na conferência anual da Sociedade Americana para a Medicina da Reprodução.

Quanto às razões que estão na base dos resultados, os pesquisadores afirmam que a maior rapidez na conceção após perda de peso não se deve apenas à regulação dos ciclos menstruais, que tendem a ser mais erráticos quando há obesidade. Ficar um pouco mais magra faz com que a mulher com excesso de peso produza óvulos com maior qualidade e apresente um revestimento uterino mais adequado à implantação do embrião.

O estudo analisou o historial médico de cerca duas mil grávidas, entre os 19 e os 40 anos e os autores esperam agora que estes resultados sejam mais um incentivo para a perda de peso em excesso junto de mulheres que pretendem conceber. “Perder algum peso é melhor do que perder nenhum e os médicos podem usar isso para ajudar a promover a saúde das suas pacientes obesas que querem ser mães”, considera Audrey Gaskins, que acrescenta: “um estilo de vida saudável melhora tudo na nossa vida. Diminui o risco de doenças e de infertilidade. O que é bom para o corpo é bom para fazer bebés!”.

Partilhar esta notícia
Autor
MSN
Referência
Pais&filhos

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados