Eis porque ignora tudo e todos quando tem o telemóvel na mãoNotícias de Saúde

Terça, 05 de Janeiro de 2016 | 42 Visualizações

Fonte de imagem: empresashoje

Já pensou no quão concentrado está quando tem um telemóvel na mão? 

A ciência decidiu, finalmente, debruçar-se sobre o que leva as pessoas a ignorarem tudo e todos quando têm um telemóvel na mão e, segundo uma pequena investigação da University College London, publicado no The Journal of Neuroscience, a culpa está... na concentração.

Segundo o Huffington Post, os investigadores defendem que quando se tem um telemóvel na mão a concentração é tal que consegue provocar um estado de surdez momentânea, que faz com que a pessoa ignore tudo o que está à sua volta.

Para a autora do estudo, a investigadora Maria Chait, esta conclusão é mais uma prova de que o nosso cérebro não é tão ‘multitarefa’ como as pessoas pensam ou querem que seja. Afinal, focar a atenção em algo – seja um telemóvel, um livro, uma carta, etc. – faz com que não se ‘ouça’ mais nada.

A conclusão deste estudo chegou quando os investigadores convidaram 13 jovens a participarem numa experiência, em que se tinham que concentrar numa tarefa visual exigente e, ao mesmo tempo, decifrar sinais emitidos de forma aleatória.

Segundo os investigadores, citados pelo Huffington Post, a resposta do cérebro ao som foi reduzindo significativamente à medida que a concentração aumentava, o que tornava os sinais sonoros menos claros.

“O ouvido envia informações sobre a entrada do som para o cérebro e é o cérebro que traz essa informação para a nossa consciência”, disse Chait, explicando que “se o cérebro é incapaz de processar essa entrada, porque os seus recursos de atenção estão ocupados com outra tarefa, os sinais de que o ouvido envia para o cérebro... não serão ouvidos”.

Os investigadores defendem, assim, que os sentidos de audição e visão dependem dos mesmos recursos neurais e que, por isso, quando um está no centro das atenções, o outro fica limitado.

Partilhar esta notícia
Referência