Eczema pode proteger contra cancro da peleNotícias de Saúde

Sábado, 10 de Maio de 2014 | 253 Visualizações

Há muito discute-se se e como as alergias impactam a possibilidade de desenvolvimento do cancro - entretanto, até o momento, sem resultados conclusivos. Usando um modelo de camundongo, cientistas britânicos foram capazes de demonstrar que alterações da pele causadas por eczema atópico, na verdade, proporcionam proteção contra tumores de pele. O estudo foi publicado no “eLife”.

Para este estudo, os cientistas do King's College London usaram camundongos geneticamente modificados com falta de três proteínas de barreira e os compararam com camundongos normais. Todos os animais foram expostos a dois produtos químicos cancerígenos e suas reacções foram documentadas. Nos camundongos knockout, o número de tumores benignos foi seis vezes mais baixo do que nos camundongos normais, sugerindo que defeitos na barreira epidérmica oferecem protecção contra tumores benignos. Ambos os tipos de camundongos eram igualmente susceptíveis a mutações causadoras de câncer, mas a forte reação inflamatória nos camundongos knockout levou a uma descamação aumentada de células potencialmente cancerosas da pele.

“Os estudos estabelecem uma ligação clara entre a susceptibilidade ao cancro e uma doença alérgica da pele em um modelo experimental, e apoiam a visão de que modificar o sistema imune do corpo é uma importante estratégia no tratamento do cancro”, disse a autora sénior Fiona Watt. “Esperamos que nosso estudo ofereça um pequeno consolo aos que sofrem de eczema - que esta doença desconfortável pode, na verdade, ser benéfica em algumas circunstâncias.”

Partilhar esta notícia
Autor
Univadis
Referência
eLife

Notícias Relacionadas