É saudável congelar frutas, verduras e legumes?Notícias de Saúde

Segunda, 01 de Agosto de 2016 | 419 Visualizações

Fonte de imagem: multimercados

Tudo o que é congelado pode perder qualidades.

Congelar alimentos é um hábito muito rotineiro, que quase todas as pessoas fazem em casa. Não estamos a falar da comida comprada congelada, mas dos vegetais comprados congelados, como brócolos e cenoura, ou congelados em casa mesmo. Apesar de ser um hábito prático, por vezes fica a dúvida: será que o alimento continua a ser saudável após o congelamento?

Segundo o site Terra, o sabor, a textura e os nutrientes são preservados após o congelamento, desde que sejam seguidos alguns passos.

Ainda segundo o mesmo site, tudo o que é congelado pode perder qualidades organolépticas (cheiro, textura, sabor e cor). Contudo, as perdas são mínimas e quase imperceptíveis se o processo for realizado de forma adequada.

Especialistas alegam que os alimentos congelados só devem ser uma opção quando os frescos não estiverem disponíveis - caso contrário, opte sempre pela versão natural.

Os alimentos congelados são colhidos antes do ponto de maturação, para que os danos com o transporte sejam minimizados. Com isso, os alimentos não atingem o seu auge nutricional, e o tempo passado na prateleira do supermercado faz com que continuem a perder nutrientes.

Contudo, no processo de ultracongelamento, recomendado pelo FDA (órgão de controlo alimentar e de medicamentos dos EUA), os alimentos são colhidos no seu ponto certo de maturação e passam para o congelamento de forma quase imediata.

Em primeiro lugar são mergulhados em água a ferver, depois congelados o mais rápido possível, a temperaturas que podem chegar aos 40 graus negativos. Desta forma, a vida útil do alimento aumenta, as bactérias com potencial nocivo são eliminadas e as frutas e vegetais continuam com a totalidade dos seus nutrientes.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas