É preciso levar a acne a sério, dizem especialistasNotícias de Saúde

Sábado, 23 de Abril de 2016 | 46 Visualizações

Fonte de imagem: pratavetra

O aviso é dado por James Partridge, fundador da instituição de caridade Changing Faces.

Tristeza, desconforto, stress, mutilação, bullying, preconceito e suicídio. Estas são apenas algumas das consequências sentidas na pele pelas pessoas que sofrem de acne. Sim, esta condição cutânea vai muito além das borbulhas e é preciso começar a ser levada a sério.

O alerta é dado por James Partridge, fundador da instituição de caridade Changing Faces, que, em declarações à BBC, diz que é necessário “mostrar respeito, ajudar as pessoas a lidar [com a acne] e não depreciar e estigmatizar”.

Para o dermatologista Anjali Mahto, a acne cai facilmente no esquecimento, embora as suas consequências sejam claras e graves.

“Muitas vezes vejo os pacientes a recusarem fazer contacto visual. As pessoas deixam crescer o cabelo até tapar o rosto As pessoas recusam sair, ir para o trabalho ou para a escola”, diz o especialista, deixando claro que o impacto psicológico da acne é mais prejudicial do     que as marcas deixadas na pele pelas borbulhas.

Partilhar esta notícia
Referência
POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

Info-Saúde Relacionados