Dormir pouco faz tão mal à saúde como fumarNotícias de Saúde

Sexta, 26 de Junho de 2015 | 304 Visualizações

Leu bem. Um estudo da Organização Mundial da Saúde sugere que a repetição de noites com horas de sono a menos pode, da mesma forma que o tabaco, desencadear um enfarte ou um AVC

A investigação envolveu 657 homens, sem historial de doenças cardíacas, de uma cidade russa, e concluiu que quem sofre de alguma perturbação do sono e dorme sistematicamente menos de sete horas por noite tem quatro vezes mais probabilidades de sofrer um AVC do que os que têm, normalmente, uma boa noite de sono.

"Dormir não é uma coisa banal. As perturbações do sono foram associadas a um aumento significativo da incidência tanto de ataques cardíacos como AVC", alerta o professor Valery Gafarov, que acrescenta: "A falta de domir deve ser considerada um fator de risco para doenças cardiovasculares a par do tabaco, falta de exercício e uma má dieta."

O estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) faz parte um programa da instituição que investiga as causas das doenças cardiovasculares. Com início em 1994, o estudo avaliou a qualidade do sono dos 657 participantes, com idades entre os 25 e os 64 anos, acompanhado-os nos 14 anos seguintes. Quase dois terços - 63% - dos homens que tiveram um ataque cardíaco tinham também uma perturbação do sono.

Garafov apresentou as conclusões do estudo durante uma conferência em Dubrovnik, na Croácia.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas