Dieta vegan pode prevenir a diabetes tipo 2Notícias de Saúde

Quinta, 15 de Fevereiro de 2018 | 25 Visualizações

Fonte de imagem: Reader's Digest

Prevenir a diabetes tipo 2 pode passar por excluir a carne e os lacticínios da sua dieta. Um novo estudo sugere que uma alimentação vegan ajuda a combater o excesso de peso que, por sua vez, é um fator de risco crucial para o diabetes tipo 2.

 

A diabetes 2 é o tipo mais comum de diabetes. Surge quando existe um desequilíbrio no metabolismo da insulina, a hormona a responsável por regular os níveis de açúcar no sangue e produzida nas células ß pancreáticas. Como resultado da resistência à insulina, os doentes podem desenvolver complicações graves como doenças cardiovasculares, renais ou oftalmológicas.

Um grupo de investigadores desenvolveu uma pesquisa que concluiu que pessoas com excesso de peso que mudaram para uma alimentação vegan, durante 16 semanas, apresentaram melhores resultados na sensibilidade à insulina, sua produção nas células ß pancreáticas e nos níveis de açúcar no sangue.

Ao longo de 16 semanas, os investigadores acompanharam 75 homens e mulheres entre os 25 e 75 anos. Todos os participantes tinham um índice de massa corporal (IMC) de 28 a 40, categorizando-os no ‘excesso de peso’ ou ‘obesidade’, mas sem historial de diabetes.

Os indivíduos foram divididos em dois grupos: uns seguiam uma dieta vegan com baixo teor de gordura, com frutas, legumes e grãos e os outros não fariam nenhuma mudança na sua alimentação. Nenhum dos grupos alterou a sua rotina de exercício físico, nem a sua medicação.

Os resultados foram publicados na plataforma Nutrients e concluíram que os participantes que seguiram uma dieta vegan com baixo teor de gordura apresentaram uma redução significativa no IMC em comparação com o outro grupo. Verificaram também aumentos na secreção de insulina e melhorias à sua sensibilidade, bem como reduções nos níveis de açúcar no sangue durante as refeições e em períodos de jejum.

A Drª Hana Kahleova, do Physicians Commitee for Responsible Medicine em Washington, D.C e principal autora do estudo, afirmou que estas descobertas têm “importantes implicações para a prevenção da diabetes”, citada no site Medical News Today, acrescentando que “felizmente, este estudo confirma a crescente evidência de que os alimentos são realmente remédios e que comer uma dieta saudável baseada em plantas pode percorrer um longo caminho na prevenção da diabetes”.

A nível de limitações do estudo, os investigadores apontam o facto de os participantes serem pessoas conscientes da saúde, que estavam dispostas a alterar a sua alimentação, o que pode não se refletir no comportamento da sociedade em geral. Contudo, esta investigação não deixa de ser um bom ponto de partida para futuras pesquisas na prevenção da diabetes.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas