Diabetes de tipo 2 poderá causar disfunção erétilNotícias de Saúde

Quinta, 03 de Janeiro de 2019 | 53 Visualizações

Fonte de imagem: Diabetes Ireland

Uma equipa de investigadores descobriu uma ligação entre a diabetes de tipo 2 e a disfunção erétil.
 
A disfunção erétil poderá ter uma causa genética, sugere a equipa. A parte positiva é que, à semelhança da diabetes de tipo 2, poderá ser possível reduzir o risco de disfunção erétil através de um estilo de vida saudável.
 
O achado foi efetuado na sequência de um estudo de grandes dimensões, liderado pelas Universidades de Exeter e de Oxford, ambas no Reino Unido. 
 
Para a sua investigação, a equipa contou com dados sobre 223.805 homens europeus, dos quais 6.175 apresentavam disfunção erétil. Os investigadores usaram aqueles dados para conduzir uma análise genómica de ponta para procurar uma possível associação entre a diabetes de tipo 2 e a disfunção erétil.
 
A análise da equipa sugere que a predisposição genética para a diabetes de tipo 2 está associada à disfunção erétil, o que indicia que a diabetes poderá ser uma causa daquele tipo de problema.
 
Há muito poucos estudos a indicarem que a disfunção erétil é um resultado de um melhor controlo da glicose. Isto limita a conclusão da existência de um possível impacto do tratamento para a diabetes sobre o risco de disfunção erétil. 
 
“O nosso achado é importante pois a diabetes é evitável e, efetivamente, pode-se agora conseguir a ‘remissão’ da diabetes com a perda de peso, tal como ilustrado em ensaios clínicos recentes. Isto vai além da descoberta de uma ligação genética à disfunção erétil, no sentido de uma mensagem de grande relevância para o público geral, especialmente se considerarmos a crescente prevalência da diabetes”, comentou Michael Holmes, coautor líder do estudo, da Universidade de Oxford.

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na revista “The American Journal of Human Genetics”

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados