Descoberto químico que faz com que o cancro da mama se espalhe?Notícias de Saúde

Sábado, 17 de Setembro de 2016 | 323 Visualizações

Cientistas britânicos podem ter descoberto como é que a doença entra na corrente sanguínea, permitindo que se espalhe para os pulmões, fígado e outros órgãos vitais.

Esta descoberta pode abrir caminho para a criação de drogas que no futuro poderão salvar milhões de vidas ao impedir que o cancro se espalhe.

Um grupo de cientistas britânicos pode ter descoberto como é que o cancro da mama entra na corrente sanguínea, permitindo que a doença se espalhe para os pulmões, fígado e outros órgãos vitais.

Um químico chamado endossialina ajuda o cancro a entrar pelas veias na corrente sanguínea permitindo que alargue os seus ‘tentáculos’ e afete outros órgãos vitais, como indicam no estudo publicado na revista científica Cancer Research.

Os testes em células e em ratos confirmaram a importância deste químico neste processo e um estudo com 334 mulheres com cancro da mama descobriu que a doença era mais provável de se espalhar naquelas que tinham mais quantidade deste composto.

Para estas mulheres os investigadores sugerem que se façam tratamentos mais intensivos, na tentativa de se travar a doença.

O tumor inicial que aparece na mama raramente mata por si só, mas assim que a doença se espalha e começa a afetar outras partes do corpo torna-se incurável.

Partilhar esta notícia
Referência
Vânia Marinho

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados