Descoberta científica pode acabar com os dentes chumbadosNotícias de Saúde

Terça, 10 de Janeiro de 2017 | 163 Visualizações

Fonte de imagem: Huffingtonpost

Um grupo de investigadores identificou uma droga capaz de regenerar os dentes de dentro para fora, possivelmente reduzindo a necessidade de os chumbar, como se faz hoje em dia.

A droga em causa, que anteriormente já foi usada em testes clínicos relacionados com a doença de Alzheimer, parece melhorar a capacidade natural de os dentes se repararem sozinhos.

Chamada Tideglusib atua ativando as células-tronco dentro do centro de polpa do dente, levando a área danificada a regenerar a dentina, material dentário duro que compõe a maioria dos dentes.

Este produto, segundo destaca o principal autor do estudo Paul Sharpe, do King’s College de Londres, pode ser “ideal”, sendo um “tratamento natural de grandes cavidades, fornecendo proteção da polpa e restaurando a dentina".

Segundo reporta o Science Alert, a droga foi testada em ratos com dentes danificados. A droga foi aplicada na cavidade usando uma esponja de colagénio biodegradável embebida em moléculas de Tideglusib, e foi selado dentro do dente. Após várias semanas, a equipa viu que a esponja de colagénio se tinha degradado e os dentes tinham regenerado dentina suficiente para preencher a lacuna.

Os investigadores acreditam que este tratamento pode anunciar o fim dos dentes chumbados.

Partilhar esta notícia
Referência
Vânia Marinho

Notícias Relacionadas