Correr 5 a 10 minutos reduz risco cardíaco em 45%Notícias de Saúde

Terça, 29 de Julho de 2014 | 81 Visualizações

Correr entre cinco a 10 minutos por dia pode ser suficiente para reduzir em cerca de metade o risco de morte por doença cardíaca. A conclusão é de um estudo norte-americano, que revela que a velocidade, a duração e a distância são fatores pouco importantes: o essencial é calçar os ténis e pôr o corpo a mexer.

A investigação, desenvolvida por uma equipa da Universidade de Iowa, nos EUA, e publicada recentemente na revista científica Journal of the American College of Cardiology, revela que breves minutos diários de corrida possibilitam uma redução de até 45% na probabilidade de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral (AVC) em homens e mulheres.

Os especialistas, coordenados por Duck-chul Lee, professor de cinesiologia - ciência que estuda o movimento - daquela instituição de ensino universitário, acompanharam mais de 55.000 adultos ao longo de 15 anos para apurar os benefícios da corrida, benefícios que são tão amplos que podem mesmo aumentar a esperança de vida.

"Descobrimos que as pessoas que correm diariamente podem viver, em média, mais três anos do que as que não praticam corrida e podem também reduzir o risco de mortalidade devido a doença cardíaca ou acidente vascular cerebral em 45%", afirma Lee num vídeo explicativo divulgado no site da Universidade de Iowa. 

Segundo o líder do estudo, "a velocidade, a distância ou a duração da corrida não são significativas, já que as pessoas que correm menos de uma hora por semana experimentam os mesmos benefícios que as que correm três horas ou mais". 

Além disso, acrescenta Lee, "correr a menos de 9,5 quilómetros por hora é suficientemente eficaz para prevenir uma morte precoce associada a quaisquer causas", conforme comprovou uma análise feita pelos investigadores à relação entre a distância percorrida e o risco de mortalidade. 

"A maior parte das pessoas diz que não têm tempo para fazer exercício ou para aumentar a prática de atividade física, mas eu acredito que qualquer um pode encontrar cinco a 10 minutos por dia para correr em nome dos benefícios para a saúde", defende o investigador, que diz esperar que "mais gente se sinta motivada pelos resultados deste estudo e decida começar a correr". 

O investigador salienta que, embora haja muitos tipos diferentes de atividade física, "a corrida é um dos mais convenientes", já que "pode praticar-se em qualquer lugar e não é preciso comprar qualquer equipamento".

"Acho que é importante que as pessoas se empenhem e comecem a conseguir correr, pelo menos, entre 5 a 10 minutos por dia", conclui Lee, frisando que, mais do que procurar aumentar a saúde através da redução do peso, é fundamental tratar o problema a partir da raiz e promover hábitos positivos todos os dias.

Clique AQUI para aceder ao resumo do estudo (em inglês).

Partilhar esta notícia
Referência
revista científica Journal of the American College of Cardiology

Notícias Relacionadas