Conheça os dez mandamentos da carneNotícias de Saúde

Sábado, 11 de Fevereiro de 2017 | 69 Visualizações

Fonte de imagem: Huffingtonpost

Confira as regras de ouro para tirar o melhor proveito de sua carne.

Assim como qualquer ingrediente, a carne também tem os seus segredos, para que seja deliciosa, saborosa e suculenta.

Confira as dicas dos especialistas da Academia da Carne Friboi para não cometer erros na hora de comprar e manusear a sua carne:

1 – Origem: É essencial ser de um fornecedor de confiança.

2 – Manipulação: Respeite as fibras de cada estilo de corte e nunca lave a carne, exceto se for preparar tripa.

3 – Equipamento obrigatório: Uma faca boa é sempre bem-vinda.

4 – Armazenamento: Mantenha sempre as carnes no frigorífico e retire-as apenas 30 minutos antes de levar à brasa ou ao forno, por exemplo.

5 – No congelador: Coloque-a em saquinhos próprios, já cortada em bifes ou cubos para ser mais fácil na hora da preparação. O descongelamento deve ser feito sempre de forma natural, à temperatura de refrigeração (no frigorífico), para que a carne não sofra grande oscilação de temperatura, e idealmente 18 a 24 horas antes da preparação. A carne deve ficar sempre embalada, para que se mantenha protegida.

6 – Tempero. Sal grosso e fogo! A pimenta preta pode entrar também em alguns casos. Quando a carne for assada ou refogada, inclua outros temperos a gosto.

7 – Brasa. Escolha sempre carvão de boa qualidade, com pedaços maiores e mais secos, para conseguir acender e controlar melhor o fogo. Esteja sempre atento para evitar labaredas.E quando for acrescentar mais carvão, coloque-o nas laterais da churrasqueira, até que se transforme em brasa, em vez de o mandar para cima da brasa já formada.

8 – Fogo. Tenha sempre cuidado com a distância da grelha e do braseiro para obter o resultado desejado. Para grelhar, use a parte mais baixa da churrasqueira e menos tempo de cada lado da carne; com o braseiro forte, vá deixando a carne de 5 a 8 minutos de cada lado; se a ideia é assar, utilize a parte mais alta da churrasqueira,numa temperatura mais baixa e por mais tempo.

9 – Acessórios de qualidade. Invista numa pinça. Usar "garfo ou trinchante, perfura a carne deixando os sucos escorrer e, com isso, perde-se a suculência”, destaca 'chef churrasqueiro' Carlão Carvalho, de Santos.

10 – No ponto. Uma condição que varia de acordo com cada corte: “A carne nunca deve ser bem passada”, pontua o chef André Ahn, do restaurante Karun, em São Paulo.

Partilhar esta notícia
Referência