Compostos de uva podem proteger contra cancro do cólonNotícias de Saúde

Terça, 27 de Junho de 2017 | 18 Visualizações

Fonte de imagem: San Francisco Chronicle

Uma equipa de investigadores descobriu que certos compostos das uvas poderão oferecer proteção contra o cancro do cólon.
 
Num estudo conduzido pela Faculdade de Ciências da Agricultura da Universidade do Estado da Pensilvânia, a equipa propôs-se testar dois compostos combinados, o resveratrol (um composto polifenólico presente nas uvas, vinho tinto, algumas bagas e amendoins) e extrato de grainha de uva.
 
Para o estudo, que teve por base a teoria que “a maioria, senão todos, dos tumores cancerígenos são causados por [células cancerígenas estaminais]", a equipa liderada por Jairam K. P. Vanamala, professor associado de Ciências da Alimentação, estudou 52 ratinhos com cancro do cólon que tinham sido divididos em três grupos. 
 
Os roedores de um grupo receberam a combinação de resveratrol e de extrato de grainha de uva, os do segundo grupo receberam sulindaco, um fármaco anti-inflamatório que faz reduzir os tumores em humanos e o último grupo recebeu a dieta normal.
 
Como resultado, os tumores dos ratinhos que tinham recebido a combinação dos compostos de uva tiveram uma redução de 50% nos tumores, um decréscimo semelhante ao observado no grupo do sulindaco. No entanto, ao contrário do fármaco, os compostos de uva não causaram qualquer toxicidade gastrointestinal. 
 
Os ensaios efetuados in vitro demonstraram resultados semelhantes, tendo determinado que os efeitos benéficos observados dos compostos sobre células cancerígenas estaminais humanas eram de base molecular.
 
No entanto, os compostos utilizados isoladamente e em pequenas doses não demonstraram a mesma eficácia contra as células cancerígenas estaminais.  
 
“As células cancerígenas estaminais têm capacidade de autorrenovação, de diferenciação célular e de manter as suas características de células estaminais mesmo após a invasão e metástases”, explanou o autor principal do estudo.
 
Estes achados poderão ajudar a explicar a razão pela qual as culturas que consomem tradicionalmente mais frutas e legumes apresentam taxas menores de cancro do cólon. Jairam K. P. Vanamala recomenda assim uma dieta rica em diferentes tipos, partes e cores de plantas.
 
Se os ensaios em humanos forem bem-sucedidos, a combinação de resveratrol e de extrato de grainha de uva poderão ser disponibilizados em forma de comprimido que tomado irá oferecer proteção contra o cancro do cólon e recidiva em quem tenha sobrevivido à doença. 

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na revista “BMC Complementary and Alternative Medicine”

Info-Saúde Relacionados