Como sobreviver ao dia de trabalho após uma noite sem dormirNotícias de Saúde

Terça, 29 de Dezembro de 2015 | 950 Visualizações

Fonte de imagem: humanepursuits

Dormir oito horas por noite é, por vezes, uma tarefa quase impossível. Mas o pior é aguentar o dia de trabalho que se segue.

Embora a quantidade de horas de sono dependa das necessidades de cada pessoa (para uns bastam cinco horas, enquanto para outros oito horas não é o suficiente), uma noite mal dormida é sempre meio caminho andado para um dia de trabalho aterrador. Mas há como superá-lo e o El País tem a solução para sobreviver a um dia de trabalho depois de uma noite ‘em claro’.

Em primeiro lugar, é importante não adiar o despertador e acordar assim que o alarme toca pela primeira vez. “Esses sete minutos adicionais não são um sono reparador e não nos fazem ficar mais alerta”, explica Orfeu Buxton, professor na divisão da Medicina do Sono na Escola de Medicina de Harvard.

pequeno-almoço é fundamental para melhorar o humor e para acordar, sendo de evitar os alimentos ricos em açúcar. Procurar a luz natural assim que se acorda também ajuda a despertar.

Assim que se chega ao trabalho, o melhor é começar pelas tarefas mais difíceis e beber um café, que fornece energia apenas 15 minutos depois de ingerido.  

Evitar o contacto pessoal– isto é, situações que envolvam reuniões ou encontros – é uma forma de não cometer erros, uma vez que o sono faz com que a pessoa não consiga decifrar com precisão as emoções e a linguagem gestual de outros.

almoço deve conter alimentos leves e nutricionalmente ricos, nunca esquecendo a proteína, os hidratos de carbono e a gordura, essenciais para o organismo se manter ativo. O objetivo é escapar às refeições pesadas, que aumentam os níveis de sonolência, lê-se no El País.

Se possível, fazer uma sesta e tentar ficar o mais ocupado possível nas últimas horas de trabalho, que serão as mais morosas. Aqui, devem ser realizadas tarefas que possam entreter mas que não exijam muita concentração.

Voltar a fazer uma refeição leve assim que se chega a casa e procurar deitar-se cedoé a melhor forma de não ‘sofrer’ no próximo dia de trabalho.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas