Como podem os pais evitar que filhos fiquem obesos?Notícias de Saúde

Terça, 19 de Maio de 2015 | 43 Visualizações

A obesidade é cada vez mais comum na Europa. A afetar muitas crianças, a obesidade pode provocar problemas de saúde ao longo da vida. Mas, grande parte dos pais pode prevenir o problema. O The Guardian reuniu algumas formas que os pais têm de prevenir que os filhos fiquem obesos.

Comece na gravidez: A comida que uma mulher ingere enquanto está grávida pode ser detetada no fluido amniótico que envolve o bebé no ventre. O feto com apenas 15 semanas já responde ao sabor, engolindo mais fluido se este for doce e menos se este for amargo. A comida ingerida enquanto está a amamentar também influencia o sabor do leite. Esta exposição precoce faz com que o bebé fique mais recetivo a esse sabor quando este é desencorajado. É importante que a mulher ingira comidas saudáveis enquanto está grávida ou a amamentar.

Amamente: O leite da mama é menos doce do que o leite em pó. Amamentar também vai ajudar a regular o consumo alimentar do bebé. Mas quer dê a mama ou o biberon, o importante é que pare assim que o seu bebé der sinais de que está satisfeito.

Chorar não é sempre sinal de fome: os bebés choram e as crianças dizem que têm fome, mas nem sempre precisam de comer. Os bebés choram por muitos motivos, não responda a cada choro pondo comida na boca do seu filho.

Seja persistente: Estudos comprovam que demora cerca de cinco a dez tentativas para fazer com que um bebé aceite um novo sabor. Se não gosta de um vegetal, continue a tentar.

Deixe-o alimentar-se sozinho: Os bebés, a partir dos seis meses, devem ser encorajados a alimentar-se sozinhos. Segundo um estudo, quando comem sozinhos têm tendência para parar quando se sentem satisfeitos.

Mantenha-se a par: Tenha consciência do peso e do crescimento do seu filho. Visite o médico de família com frequência para se aconselhar. Não deixe de estabelecer regras sobre o estilo de vida da família (como o exercício físico frequente ou atividades que ponham as crianças a mexer) e a dieta que seguem.

Coma bem, mexa-se muito: Os especialistas em saúde são claros, até aos dois anos, nada de televisão ou outros ecrãs e não deve deixar de controlar tudo o que o seu filho come. As crianças devem estar ativas pelo menos durante três horas por dia. Joguem à bola ou à apanhada, por exemplo.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados