Comidas e bebidas que não se deve dar aos filhosNotícias de Saúde

Segunda, 19 de Outubro de 2015 | 37 Visualizações

Fonte de imagem: bolsademulher

Os pais querem o melhor para os filhos mas por vezes as escolhas alimentares são difíceis de fazer.

A alimentação das crianças pode ser uma dor de cabeça para os pais. Seja pelos horários apertados, pela pressa ou por uma questão de comodismo, dar ‘qualquer coisa’ para o seu filho comer ou meter-lhe ‘qualquer coisa’ na lancheira é muitas vezes mais fácil, rápido e conveniente mas geralmente é igualmente pouco saudável.

Isto porque geralmente a ‘qualquer coisa’ que lhe dá para comer são snacks já preparados que estão carregados de açúcar ou sal e com uma quantidade muitas vezes absurda de corantes e conservantes.

O Men’s Journal destaca alguns alimentos e bebidas que não deve dar aos seus filhos.

Sumos. Mesmo sendo sem gás, como destaca o especialista em nutrição infantil Wesley Delbridge, estes sumos que “os pais estão sempre a dar às crianças são essencialmente só açúcar”.  

Mel. Delbridge alerta que até a criança ter dois anos não lhe deve dar mel. Isto porque o mel pode conter uma bactéria tóxica que pode causar botulismo, uma doença potencialmente fatal, especialmente para crianças pequenas.

Refrigerantes. “As crianças não têm muito espaço nas suas dietas para refrigerantes que apenas dão imensas calorias vazias e zero nutrientes”, destaca a professora de saúde, Joan Salge Blake. Mais uma vez, são bebidas cheias de açúcar, de que a criança não precisa.

Comidas pré-feitas. Além de serem alimentos altamente processados e quase sem nutrientes, as comidas pré-feitas têm níveis altos de sódio e de conservantes, que podem até ‘viciar’ a criança neste tipo de comida.

Gomas. Estes doces e outros do género que supostamente são feitos com fruta não são mais do que açúcar, destaca o Men’s Journal.

Barras de cereais. Apesar de parecerem um snack saudável, Delbridge destaca que a maioria tem “muito pouca proteína e fibra, e enchem as crianças com tanto açúcar de uma vez que é quase como lhe estivesse a dar guloseimas”.

Molhos. A não ser que os use para fazer com que os seus filhos comam mais vegetais, evite dar-lhe molhos. Os molhos e condimentos “podem acrescentar centenas de calorias e gordura extra à refeição”, por isso devem ser evitados. Se os seus filhos já gostam de ketchup, por exemplo, tente servir este molho num prato pequeno para que ingiram uma pequena porção. 

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas