Cinco verdades sobre a diabetes gestacionalNotícias de Saúde

Sábado, 24 de Junho de 2017 | 31 Visualizações

Fonte de imagem: Dario

A diabetes gestacional, tal como o próprio nome indica, é a diabetes que se dá durante o período de gestação, quando a grávida apresenta picos de elevação dos níveis de açúcar no sangue.

A diabetes gestacional é uma condição bastante comum e que, quando controlada, não traz consequências nocivas nem para a grávida nem para o feto. Este tipo de diabetes, tal como o nome indica, dá-se durante o período de gestação, quando a grávida apresenta picos de elevação dos níveis de açúcar no sangue.

A causa da diabetes gestacional ainda não é totalmente conhecida, as a ciência acredita que o histórico familiar, a tensão arterial alta e o anterior nascimento de um bebé pesado podem contribuir para o aparecimento desta condição.

Para esclarecer algumas mulheres grávidas - e também alguns futuros pais -, a revista Prevention listou alguns factos esclarecedores sobre esta condição, que é bem mais comum do que se pode pensar. 

1 - O peso da mulher pode não ter nada a ver com o aparecimento da diabetes gestacional, embora a obesidade seja, muitas vezes, um possível fator de risco para o seu aparecimento, contudo, a ligação não é de todo certa e varia de mulher para mulher;

2 - É possível que a mulher não precise de insulina, uma vez que a grávida pode ser capaz de manter os níveis de açúcar no sangue controlados. Contudo, caso seja necessária a administração de insulina, esta será usada apenas em pequenas quantidades;

3 - As grávidas com diabetes gestacional podem ter partos naturais, salvo casos em que se verificam problemas a nível vaginal ou outras complicações de saúde;

4 - A diabetes gestacional não fica para toda a vida, embora algumas mulheres possam desenvolver diabetes tipo 2 pouco depois de darem à luz;

5 - A grávida não vai ganhar ainda mais peso à boleia desta condição, podendo até conseguir controlar o peso atual devido a uma dieta mais equilibrada.

Partilhar esta notícia
Referência