Cinco teorias falsas sobre as sestasNotícias de Saúde

Terça, 29 de Dezembro de 2015 | 17 Visualizações

Fonte de imagem: prevagen

Todas as pessoas gostam de fazer uma soneca, mas continuam a existir algumas teorias que apenas prejudicam este momento de descanso.

Tradicional em Espanha, a sesta é um dos momentos mais apreciados e desejados pelas pessoas. Quem não gostaria de tirar uns 30 minutos à tarde para dormir um pouco e depois voltar a trabalhar?

Mas continuam a existir algumas ideias erradas acerca da sesta, diz o Huffington Post, que listou os cinco principais mitos acerca deste hábito.

Uma das mais falsas ideias diz quesomente as pessoas preguiçosas é que tiram sestas. A soneca a meio da tarde ou depois do almoço nada tem que ver com preguiça, aliás, pode mesmo ser o segredo do sucesso de um trabalhador, já que a ciência comprovou que cochilar melhora a produtividade e criatividade.

Outra ideia errada indica que as pessoas que dormem a sesta acabam por acordar pior, até mesmo enjoadas. Embora o sentimento de náusea ao acordar de uma soneca seja real, não é um facto garantido e não acontece a todas as pessoas nem em todas as sestas, a não ser que se prolongue em demasia o tempo de descanso e se acorde sobressaltado. 30 minutos de sesta não têm qualquer impacto na indisposição.

São ainda muitas as pessoas que defendem que não se deve tirar uma sesta no trabalho, mas a verdade é que aumenta a olhos vistos o número de empresas que fornecem aos trabalhadores condições para que tirem uma sesta durante o período laboral, uma vez que são conhecidos os benefícios para a memória e concentração.

A ideia de que beber café antes de tirar a sesta vai prejudicar o sono é também uma teoria errada, uma vez que a pessoa acaba por acordar momentos antes da cafeina começar a atuar no corpo. Há que salientar que a sesta deve durar, em média, 30 minutos.

Acreditar que se é mais produtivo a levar uma tarefa até ao fim ao invés de tirar uns minutos para dormir é um erro que pode ditar o insucesso, diz a publicação. Depois de uma sesta, a mente está mais fresca, concentrada e capaz de detetar erros

Partilhar esta notícia
Referência