Cinco causas prováveis para ter enxaquecasNotícias de Saúde

Segunda, 12 de Outubro de 2015 | 111 Visualizações

Fonte de imagem: clickemsaude

As causas associadas às enxaquecas são diversas, o que muitas vezes dificulta o diagnóstico. Saiba algumas causas improváveis que já foram estabelecidas.

A cefaleia ou dor de cabeça que surge na altura de período menstrual ou depois de um dia complicado física ou emocionalmente costuma passar com um simples analgésico. Mas a enxaqueca paralisa, a dor é intensa e piora com o movimento, luz e ruídos.

Como reporta o site Bolsa de Mulher, a medicina moderna ainda tenta determinar as causas das enxaquecas mas já conseguiu encontrar alguns gatilhos.

1. Uso de contracetivo. Apesar de em 30% a 40% dos casos a pílula melhorar ou não alterar os sintomas de dor de cabeça, entre 18% e 50% dos casos também pode piorá-las. Na semana de pausa do contracetivo é muito comum que a queda de estrogénio piore os sintomas da cefaleia e da enxaqueca.

2. Excitação emocional. Se anda muito agitado, a fazer muitas coisas ao mesmo tempo, este estado de excitação emocional pode desencadear uma crise de enxaqueca.

3. Estômago vazio. Ficar várias horas sem comer gera uma queda nos níveis de açúcar no sangue, o que desencadeia uma produção de substâncias que causam dor tanto no estômago como de cabeça. Deve comer a cada três/quatro horas para evitar este processo.

4. Cafeína em excesso. A cafeína não está só no café mas também no chocolate, em refrigerantes, no chá preto e determinadas infusões. Admite-se que 200mg de cafeína, ou seja, o equivalente a três cafés ou a quatro latas pequena de refrigerante, seja o suficiente para provocar uma crise de enxaqueca.

5. Consumo de álcool. A ingestão de álcool, especialmente se for em excesso, pode despoetar crises de enxaqueca. No caso do vinho tinto, o dióxido de enxofre que contém para o proteger da oxidação tem o efeito de piorar a enxaqueca. 

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas