Cinco cancros exclusivamente femininos e os seus sintomasNotícias de Saúde

Domingo, 27 de Setembro de 2015 | 251 Visualizações

Fonte de imagem: alguemsabe

Eis os cancros que só afetam as mulheres e quais os sintomas a que deve estar atenta.

Todos os anos milhares de mulheres recebem o diagnóstico de cancro. Eis alguns sinais a ter em atenção para cada um dos cinco cancros exclusivamente femininos, de acordo com o que a consultora ginecologista da University College London, Dr. Adeola Olaitan contou à Healthista.

Cancro endométrico (útero). Este é o quarto tipo de cancro tem especial incidência em mulheres na casa dos 40 anos. Geralmente tem cura se for detetado num estado inicial. Por isso, é importante estar atenta a qualquer sangramento vaginal depois da menopausa ou entre períodos menstruais.  

Cancro dos ovários. Este cancro torna-se mais comum à medida que a mulher vai ficando mais velha. Grande parte dos casos é diagnosticada em mulheres com 55 anos ou mais. Se diagnosticado numa fase inicial, pode ser resolvido. Mas os seus sintomas podem ser difíceis de identificar uma vez que se podem confundir com situações mais comuns.

Os seus sintomas iniciais são: dor abdominal e pélvica persistente; aumento abdominal ou inchaço persistente; dificuldade em comer e sentir-se cheia rapidamente; necessidade de urinar com mais frequência do que o habitual. Mas também podem surgir outros como: sentir-se cansada constantemente; perda de peso inexplicada; alterações nas rotinas intestinais.

Cancro cervical (do colo do útero). Este cancro afeta mulheres de todas as idades mas é mais comum em mulheres entre os 30 e os 45 anos. É bastante raro surgir em mulheres com menos de 25 anos. É uma doença passível de prevenção. Quanto mais cedo for detetado, melhor. Eis os principais sintomas: sangramento vaginal fora do normal, especialmente depois de fazer sexo, depois da menopausa ou quando o período terminou; corrimento vaginal persistente com sangue ou cheiro desagradável.

Cancro da vulva. Este é um tipo de cancro pouco comum. Geralmente é diagnosticado em mulheres com mais de 60 anos. Mas a sua versão pré-cancerígena pode surgir em mulheres entre os 30 e os 50 anos. Os sintomas podem incluir:comichão duradoura; dor ou desconforto; Manchas grossas, inchadas, vermelhas, brancas ou escuras na pele da vulva; uma ferida aberta na pele; dor ou ardor a urinar; corrimento ou sangramento vaginal; um sinal na vulva que muda de forma ou cor; um caroço ou inchaço na vulva.

Cancro vaginal. É também um tipo de cancro mais raro. Geralmente é diagnosticado em mulheres com mais de 60 anos e é extremamente raro em mulheres abaixo dos 40 anos. Os sinais deste cancro e da sua ‘versão’ pré-cancerígena incluem: sangramento vaginal (quando já terminou o período ou depois da menopausa) ou depois do sexo; corrimento vaginal com sangue ou cheiro; dor durante o ato sexual; comichão vaginal que não passa; um nódulo na vagina que consegue sentir.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas