Cientistas produzem sangue artificial em laboratórioNotícias de Saúde

Quinta, 17 de Abril de 2014 | 71 Visualizações

No Reino Unido, uma investigação sobre células estaminais conseguiu produzir glóbulos vermelhos adequados às transfusões de sangue entre humanos. Os especialistas acreditam que a descoberta abre portas para a produção de sangue industrial em laboratório, o que pode mudar a vida de milhões de pessoas em todo o mundo.

O anúncio foi feito por Marc Turner, líder da investigação e docente na Universidade de Edinburgo, que conseguiu criar glóbulos vermelhos, do tipo sanguíne O, através de células estaminais.

"Há mais equipas com investigações do género em mãos, mas esta é a primeira vez que alguém consegue fabricar sangue com a qualidade e padrões de segurança apropriados para transfusões de sangue em humanos", refere ao The Telegraph. 

Para isso, o especialista usou células estaminais pluripotentes induzidas (iPS), retiradas do corpo humano e alteradas para um estado embrionário. De seguida, Turner inseriu-as em ambientes com condições bioquímicas idênticas ao organismo humano, induzindo as células iPS numa transformação em glóbulos vermelhos do tipo sanguíneo O.

As previsões apontam para a conclusão dos ensaios clínicos no final de 2016 ou início de 2017, com as novas células, produzidas artificialmente, a ser testadas em três pacientes com talassemia, uma doença ao nível do sangue que requer transfusões frequentes. 

O responsável acredita ter dado mais um passo em direção à produção industrial de sangue artificial em laboratório, livre de qualquer anomalia e compatível com todos os pacientes. 

Partilhar esta notícia
Autor
The Telegraph / Boas Notícias
Referência
investigação e docente na Universidade de Edinburgo

Notícias Relacionadas