Cientistas estão a desenvolver medicamento que substitui exercícioNotícias de Saúde

Terça, 06 de Outubro de 2015 | 36 Visualizações

Fonte de imagem: vidaintegralporadrianapesso

Imagine todos os benefícios que o exercício pode ter para o corpo. Os cientistas estão a desenvolver um medicamento que lhe permita ter esses benefícios sem ter de treinar.

Num futuro mais ou menos próximo poderá ter todos os benefícios do exercício sem ter de se esforçar ou transpirar. É o que ambiciona o grupo de cientistas que está a desenvolver um medicamento capaz de ‘substituir’ o exercício.

Num estudo publicado recentemente na Cell Metabolism, cientistas da Universidade de Sydney, na Austrália, e da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, afirmaram ter criado um diagrama das reações moleculares para o exercício físico. O objetivo dos investigadores é identificar as mudanças mais importantes, de forma a poder replicá-las com medicamentos.

Como reporta o Quartz, para isso, a equipa usou a espectrometria de massa, técnica a partir da qual é possível estudar mudanças nas proteínas nos músculos após a atividade física.

Quatro voluntários passaram por uma biópsia muscular antes do exercício, depois tiveram de pedalar uma bicicleta durante dez minutos com o máximo de força possível. Após esse período, deram uma segunda amostra dos músculos aos cientistas.

Os investigadores pretendem agora identificar quais são as principais mudanças biológicas, e a partir delas começarão a desenvolver um medicamento. "Fomos os primeiros a criar esse mapa e agora sabemos a complexidade dos sinais obtidos pelo corpo por meio dos exercícios físicos", afirma o Dr. Nolan Hoffman, que conduziu o estudo.

Os cientistas demoraram três anos para desenvolver o diagrama e estimam que demorarão pelo menos uma década a criar uma versão segura do medicamento. O objetivo é que o medicamento seja utilizado, principalmente, por pessoas idosas, com obesidade e doenças relacionadas.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas