Cientistas descobrem fruto que destrói tumoresNotícias de Saúde

Quarta, 08 de Outubro de 2014 | 360 Visualizações

Fonte de imagem: Abc. eu

Cientistas do QIMR Berghofer Medical Research Institute descobriram um fruto encontrado nas florestas a norte de Queensland, Austrália, capaz de curar tumores cancerígenos sólidos e que já foi testado com sucesso em animais. A investigação foi publicada no dia 01 de Outubro na revista PLOS One.

O estudo liderado por Glen Boyle, investigador no QIMR, conseguiu extrair um composto a partir das sementes do fruto da árvore Blushwood, apenas encontrada nas florestas tropicais a norte de Queensland, conhecido como EBC-46.

A investigação - feita em modelos 'in vitro' e em animais - revelou que basta uma injeção do composto EBC-46 para conseguir o colapso rápido de tumores encontrados em humanos.

"Conseguimos alcançar grandes resultados com a injeção do EBC-46 diretamente em modelos de melanoma [tumor da pele], bem como em modelos tumores cerebrais, no pescoço e no cólon", explica Boyle no comunicado emitido pela QIMR.

Composto destrói tumores em quatro horas

Na maioria dos casos, o tratamento de injeção única causou a destruição das células cancerígenas em apenas quatro horas, através de uma resposta celular que corta o fornecimento de sangue ao tumor. 

Segundo Glen Boyle, "em mais de 70% dos casos pré-clínicos, a cura foi de longa duração, com pouca reincidência durante um período de doze meses".

A substância tem vindo a ser usada, com sucesso, no tratamento de tumores malignos em animais - cães, gatos e cavalos -, nos EUA e na Austrália.

No comunicado, o investigador sublinha, contudo, que este tratamento só pode ser usado em tumores cutâneos ou diretamente injetáveis. O EBC-46 deverá, em breve, passar à fase de testes em humanos. 

Clique AQUI para ler o estudo completo publicado na Plos One.

Partilhar esta notícia
Referência
revista PLOS One

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados