Cientistas alertam que mortes por demência deverão quadruplicar até 2040Notícias de Saúde

Domingo, 21 de Maio de 2017 | 19 Visualizações

Fonte de imagem: Residencial Geriátrico

Estudo sugere que em 25 anos a demência poderá substituir o cancro tornando-se a principal causa de morte.

Um estudo realizado por investigadores do King’s College de Londres alerta que as mortes por demência deverão quadruplicar até 2040, o que deverá fazer com que esta doença se torne a principal causa de morte – que atualmente é o cancro.

Os investigadores apelam a uma ação urgente para abordam a crescente necessidade de serviços e cuidados paliativos e de final de vida.

Como reporta o Independent, o estudo estima que em 2040 cerca de 219.409 pessoas só de Inglaterra e do País de Gales morram de demência – o que significa um grande aumento em comparação com as 59.199 mortes em 2014.

Apesar de o estudo ter sido realizado tendo em conta apenas os dados de Inglaterra e do País de Gales, esta previsão deverá servir de alerta para outros países, como Portugal.

Partilhar esta notícia
Referência
Vânia Marinho

Notícias Relacionadas