Certas bactérias vaginais aumentam risco de infeção por VIHNotícias de Saúde

Quinta, 12 de Janeiro de 2017 | 48 Visualizações

Fonte de imagem: Huffingtonpost

Algumas das bactérias presentes na flora vaginal aumentam o risco de infeção pelo vírus do VIH. Esta relação foi identificada por investigadores norte-americanos que avaliaram 236 mulheres sul-africanas infetadas com VIH. 

Em causa estão micro-organismo comuns nas mulheres da África do Sul, diferentes das bactérias dominantes nas mulheres de países desenvolvidos. 

«Foi demonstrado que um número mais elevado de células-alvo do VIH no local inicial de exposição aumenta o risco de infeção e, portanto, é um provável mecanismo biológico para o aumento observado no risco de VIH» diz Douglas Kwon, do Instituto Ragon do Hospital Geral do Massachusetts e um dos autores do artigo sobre a investigação, publicado na revista “Immunity”.

«Estamos muito entusiasmados com estas descobertas. Usámos abordagens moleculares modernas para caracterizar o microbioma vaginal e ligar bactérias específicas ao risco de aquisição de VIH em mulheres jovens que vivem na África subsariana, onde o VIH está mais instalado», sublinha Christina Gosmann, investigadora do Instituto Ragon e outra das autoras do artigo, citou o "Público".

Antes deste estudo, Douglas Kwon já tinha demonstrado que certas infeções sexualmente transmissíveis, como a clamídia, aumentavam a inflamação e o risco de contrair o VIH. Num outro artigo publicado na Immunity em 2015, o cientista revelou que certas bactérias presentes em mulheres sul-africanas instigavam a inflamação genital. - See more at: http://www.netfarma.pt/noticia/bacterias-vaginais-risco-infecao-vih-estudo#sthash.pNVTuaka.dpuf

Partilhar esta notícia
Autor
Lusa
Referência

Notícias Relacionadas