Casca dos vegetais está cheia de fibra. Eis os que deve ou não descascarNotícias de Saúde

Terça, 07 de Março de 2017 | 71 Visualizações

Fonte de imagem: AliExpress

Ao não descascar alguns vegetais vai poupar tempo e aproveitar os alimentos e os nutrientes ao máximo.

Uma das partes mais entediantes de cozinhar é ter de descascar os vegetais, podendo tomar-lhe cerca de 10 minutos extra na preparação das refeições.

E no final fica uma pilha de cascas para deitar fora que, na verdade, estão cheias de nutrientes e fibra e, em certos casos até podiam ser aproveitadas. Mas quais é que pode aproveitar e quais é que tem mesmo de retirar?

A nutricionista Amy Gorin contou à revista Self que ao descascar alimentos como cenouras, pepinos, batatas, beringela ou curgete está a desperdiçar muitas vitaminas, minerais e fibra.

As cascas geralmente não alteram muito o sabor dos vegetais – nas que ficarem mais amargas pode corrigir o sabor com algo doce e ácido como o vinagrete - e podem em muitos casos ser mantidas depois de serem bem lavadas.

Beterrabas, batata doce e cenouras, como estão em contacto com a terra, devem ser bem esfregadas com uma escova ou esponja da loiça e lavas antes de as poder preparar com casca.

E quais os vegetais que deve continuar a descascar? Os que têm cascas muito grossas não comestíveis, como a abóbora, os nabos ou os que têm camadas externas fibrosas como as cebolas.

Partilhar esta notícia
Referência