Cardiologistas receitam música clássica a doentes cardíacosNotícias de Saúde

Quinta, 08 de Outubro de 2015 | 30 Visualizações

Fonte de imagem: musiicisliifee

O tratamento com musicoterapia modifica o ritmo cardíaco e melhora a capacidade de vida das pessoas que sofrem de angina de peito.

Os especialistas da Fundação Espanhola do Coração receitam “música clássica para melhorar a qualidade de vida dos doentes cardiovasculares”.

Como reporta o jornal La Vanguardia, esta recomendação tem como base as conclusões dos últimos estudos científicos sobre os efeitos da musicoterapia em pacientes que têm problemas cardíacos, como por exemplo uma angina de peito.

Um estudo publicado no International Journal of Clinical Medicine sugere que ouvir música clássica duas vezes ao dia durante o período de um mês aumenta a perceção da qualidade de vida das pessoas que sofrem de angina de peito em mais de 20%, comparativamente a outros pacientes que não fazem estas sessões musicais.

Para este estudo, os investigadores avaliaram a qualidade de vida de um total de 60 pacientes, entre os 45 e os 65 anos, aos quais havia sido diagnosticada uma angina de peito estável.

“A música tem efeitos sobre as emoções, que por sua vez se traduzem em mudanças biológicas como a diminuição das hormonas de stress, a redução da frequência cardíaca ou a diminuição da tensão arterial”, assegura Regina Dalmau, cardiologista do Hospital Universitário La Paz de Madrid e membro da Fundação Espanhola do Coração. 

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados