Canábis poderá abrandar ou até reverter perda de memória em idososNotícias de Saúde

Terça, 09 de Maio de 2017 | 33 Visualizações

Fonte de imagem: Leafly

Cientistas sugerem que a substância psicoativa da canábis pode ajudar a abrandar o envelhecimento cerebral.

Um novo estudo sugere que o tetrahidrocanabinol (THC), a principal substância psicoactiva encontrada em plantas como a canábis, pode ajudar a abrandar ou até reverter a perda de memória e outros efeitos do envelhecimento cerebral nos idosos.

De acordo com os estudos que um grupo de cientistas da Universidade de Bonn, na Alemanha, realizou em ratos pequenas doses de THC podem ser benéficas para abrandar o envelhecimento cerebral e o declínio cognitivo nas pessoas mais velhas.

Como reporta o Mirror, para os investigadores a canábis tem um grande potencial no que toca à sua possível intervenção nos problemas ligados ao envelhecimento.

O mesmo estudo chegou ainda à conclusão de que estes efeitos benéficos do THC só se fazeram sentir em ratos mais velhos. Sendo que quando ratos jovens eram expostos aos mesmos níveis desta substância, a sua memória e o seu desempenho de aprendizagem eram piores.

Partilhar esta notícia
Referência
Vânia Marinho

Notícias Relacionadas