Azeite pode ajudar a prevenir o cancro da mamaNotícias de Saúde

Segunda, 14 de Setembro de 2015 | 60 Visualizações

Fonte de imagem: coisasdecomer

Uma dieta mediterrânica, regada a bom azeite, ajuda a prevenir um dos cancros mais comuns entre as mulheres. Conheça outras sugestões para combater a doença

O cancro da mama é um dos cancros mais comuns nas mulheres. São diagnosticados todos os anos 55 mil novos casos e um número estimado de uma em cada oito mulheres vivem com a possibilidade de vir a enfrentar a doença em algum momento das suas vidas.  

O cirurgião consultor de cancro da mama no London's Royal Free Hospital acredita que uma dieta equilibrada, rica em fruta e vegetais e um estilo de vida saudável têm um papel fundamental na redução do risco de cancro da mama. Este impacto é visível quando se considera que existem 3 vezes mais casos de cancro da mama no Ocidente que no Oriente.  

Vários estudos analisam continuamente os componentes de comidas especificas, mas muitos médicos estão confiantes de que a dieta mediterrânica rica em fruta fresca e vegetais, peixe e azeite pode reduzir o risco de desenvolvimento de cancro da mama, particularmente em mulheres em período pós-menopausa. 

Adotar uma dieta mediterrânica, regada com azeite de qualidade está associado com uma redução do risco de cancro da mama de 68%.  

A dieta mediterrânica consiste numa alimentação variada, à base de vegetais, legumes, fruta, nozes, sementes e azeitonas, azeite extra virgem, peixe e consumo moderado de vinho tinto. Envolve também um consumo reduzido de alimentos processados, hidratos de carbono, doces, chocolate e carnes vermelhas. 

A nutricionista Claire Robertson e a bioquímica Miriam Dwek, da unidade contra o cancro da mama da Universidade Westminste elaboraram, pelo seu lado, uma lista de recomendações dietéticas que visam melhorar a saúde e que podem mesmo salvar vidas.   

Sementes de Sésamo são uma excelente fonte de ómega 3s e ómega 6s. Fornecem também fibra solúvel, fitoquímicos e esteróis vegetais que podem proteger contra várias doenças, incluindo cancro. Sementes de sésamo contêm minerais úteis e fito estrógenos que ajudam a regular a produção de estrogênio corporal e difusão de certas células cancerígenas.  

Feijões edamame são uma ótima fonte de vitaminas, minerais, fibra e fito estrógenos (que se pensa inibirem o crescimento de células cancerígenas).  

Beterrabas são deliciosas comidas cruas, assadas, cozidas ou em conserva. A cor roxa vem da beta cianina, um composto que foi mostrado em estudos ter propriedades anticancerígenas. As folhas podem ser comidas como espinafre e são ricas em ferro, cálcio e vitaminas A, C e E.  

Sálvia é um erva comum rica em fitoquímicos e é um boa fonte de nutrientes vitais, incluindo vitaminas A, C, K e várias vitaminas B, e minerais importantes. Acredita-se que o conteúdo fitoquímico da sálvia pode ajudar a prevenir a formação de cancro.   

Tomates são uma grande fonte de licopeno antioxidante, que tem o potencial de inibir o cancro da mama, parando o crescimento de células cancerígenas. O consumo de licopeno torna-se mais eficaz depois de cozinhado.   

Salmão é rico em ómega 3s, ajuda a diminuir a inflamação (e a pressão sanguínea), e fornece vitamina D que promove a absorção de cálcio pelos ossos. O salmão pode também conter agentes quimiopreventivos naturais que podem inibir ou impedir o cancro.

Partilhar esta notícia
Autor
Visão
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados