As soluções para os principais males dos pésNotícias de Saúde

Sábado, 12 de Março de 2016 | 1653 Visualizações

Fonte de imagem: footcarefacts

A culpa nem sempre é apenas do calçado, os cuidados que se têm com os pés podem dizer muito sobre o bem-estar.

Na hora de procurar o bem-estar e o conforto, há uma parte do corpo que tem que estar quase sempre no centro das atenções: os pés.

As dores de pés podem ser muito incomodativas e interferir com a qualidade de vida das pessoas. Os sapatos são muitas vezes apontados como os principais culpados deste desconforto, mas estão longe de serem os únicos.

Os cuidados que se têm com os pés também podem revelar muito sobre o bem-estar de uma pessoa. Mas existem outros fatores que podem ter ‘algo a dizer’, é o caso dos joanetes, das unhas, das tendinites e das cãibras. E o El País ajuda a solucioná-los.

Fascite plantar – quando as pessoas andam e correm muito ou ficam muitas horas de pé, a planta do pé acaba por ficar dolorida, podendo ocorrer uma inflamação do tecido, condição chamada fascite plantar. Se for detetada atempadamente, este problema pode ser tratado (ou pelo menos atenuado) com massagens caseiras feitas com uma garrafa de água congelada, sugere o pedologista Esteban Rodriguez.

Unhas encravadas – assim que a ponta de uma unha cresce para dentro da pele, dá-se uma unha encravada, condição altamente desconfortável e que facilmente infeciona. A melhor forma de evitar que uma unha encrave é não cortar as unhas muito rente e “fazê-lo unicamente em linha reta”.

Joanetes – se pensa que esta é uma condição única das pessoas mais velhas, está enganado. Ter o segundo dedo do pé mais longo do primeiro é um dos fatores do aparecimento de joanetes, mas este problema podem ainda ocorrer com o uso de sapatos inadequados. A prevenção para por usar um calçado “amplo e confortável, sem costuras na região do osso”, lê-se na publicação, que destaca ainda a importância de não escolher meias que não tenham costuras na zona do joanete, de forma a não agravar ainda mais a pressão feita.

Tendinite do tendão de Aquiles – a inflamação dos tendões pode ocorrer em qualquer pessoa e a qualquer momento, sendo mais propício naquelas que correm e caminham com muita frequência. Analisar a passada e o impacto do pé no chão e respeitar o repouso nos primeiros sinais são as melhores formas de controlar e prevenir a situação.

Partilhar esta notícia
Referência