As consequências de uma má alimentaçãoNotícias de Saúde

Domingo, 29 de Maio de 2016 | 1034 Visualizações

Fonte de imagem: Pixabay

O consumo incessante de alimentos processados tem muito mais consequências nefastas para o organimso do que simplesmente o aumento de peso.

Não é surpresa para ninguém que uma alimentação com bastante fast-foodprejudica o organismo, sendo o risco de obesidade o mais evidente. Porém, segundo um estudo publicado na revista ‘Experimental Physiology’, uma dieta rica em junk food pode prejudicar os rins de uma forma semelhante à diabetes tipo 2.

Os investigadores fizeram experiências com ratos de laboratório. Estes foram alimentados com uma dieta de junk food, isto é, alimentos considerados ‘maus’ ou ‘pouco saudáveis’ pela grande maioria (alimentos processados).

Os ratos foram alimentados com barras de chocolate, marshmallows, biscoitos e queijo durante oito semanas. Outros foram alimentados com ração que continha 60% de gordura, durante cinco semanas. Ao analisar os níveis de açúcar no sangue e a sua circulação, os investigadores determinaram que todos os grupos apresentaram efeitos negativos e aumentos dos níveis de açúcar no sangue muito semelhantes.

A informação de que a  junk food não é saudável não é novidade para ninguém, com todas as suas consequências. Segundo vários estudos, este tipo de alimentação tem mais efeitos negativos do que apenas adicionar gordura ao corpo humano, pois pode perturbar o sistema hormonal, alterar o sentido do paladar, aumentar o risco de problemas de saúde mental, para além da diabetes, obesidade, problemas cardiovasculares, etc..

Comer junk food pode amentar o risco de resistência à insulina, algo que tem sido associado a problemas cognitivos também encontrados em pessoas com depressão. Este tipo de comida pode alterar a forma como o corpo reage a certos alimentos e o consumo excessivo tem efeitos drásticos no metabolismo de uma pessoa saudável.

Em estudos anteriores, os açúcares adicionados foram associados a maus níveis de insulina e de açúcar no sangue, assim como o armazenamento de gordura nociva ao redor da barriga, o que promove problemas como inflamação e pressão arterial elevada. Foi também encontrada, anteriormente, uma correlação ente os hidratos de carbono e um risco maior de depressão. E os alimentos saudáveis, como frutas fibras e vegetais, parecem ter um efeito protetor.

Este é um estudo de pequena dimensão e os resultados não podem ser extrapolados para os humanos, pois os estudos feitos com animais fornecem alguma informação sobre efeitos potenciais em pessoas, mas raramente fornecem respostas definitivas, resslatma, no entanto, os investigadores.

Partilhar esta notícia
Autor
MOOD
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados