As cinco coisas que podem estar a arruinar o seu caféNotícias de Saúde

Quinta, 23 de Julho de 2015 | 76 Visualizações

Fonte de imagem: fastcompany

Há décadas que vários estudos têm sugerido o café como uma bebida benéfica para a saúde, mas os cientistas referem-se à bebida em si, e não há quantidade de ingredientes que lhe acrescenta todos os dias.

Segundo têm apontado vários estudos, o café melhora a memória, o humor, a saúde cardiovascular e até reduz o risco de sofrer de diabetes, sublinha o El Confidencial.

“O problema é todo o açúcar, os ingredientes artificiais tóxicos que acrescenta ao seu café todas as manhãs para que tenham um sabor mais agradável, quando na realidade lhe dariam vontade de vomitar se lesse as etiquetas de alguns desses produtos que põe no café”, explica a nutricionista Stephanie Eckelkamp ao Yahoo.

Mesmo que não consiga beber o café simples, comece por evitar pelo menos alguns destes ingredientes.

Sabores extra. Apesar de em Portugal não ser muito comum, há cadeias internacionais que oferecem a possibilidade de acrescentar essências de baunilha, avelã ou caramelo, por exemplo. Pode dar um sabor melhor mas não passam de açúcares e corantes artificiais. Dois terços destes sabores artificiais não são mais do que açúcar.

Adoçantes e derivados. Estes edulcorantes sem calorias evitam o excesso de açúcar no sangue mas há vários estudos que defendem que estas substâncias podem fazer com que tenhamos mais fome. O extrato de folhas de estévia pode ser uma boa alternativa para doçar o café.

Açúcar. Um pouco de açúcar todos os dias não faz mal, mas se bebe muitos cafés por dia e põe sempre um pacote de açúcar, saiba que essas calorias vazias do açúcar se acumulam rapidamente no seu organismo. Tenha em consideração que a dose diária recomendada de açúcar é de 90 gramas para um adulto com uma dieta diária de duas mil calorias.

Leite magro. Não é que seja uma má opção, explica a nutricionista, mas vários estudos sugerem que os lácteos com gordura natural podem ser melhores para a saúde.

Cremes não lácteos em pó. Aquele pó ou cubinhos que dão nos aviões ou nos comboios para deitar no café e que fazem com que este fique com espuma no topo. “Este é sem dúvida um dos piores ingredientes para se deitar ao café”, assegura Stephanie Eckelkamp. Estes complementos não lácteos costumam ter xarope de milho e óleos vegetais parcialmente hidrogenados, ou seja gordura trans que podem obstruir as artérias e que estão relacionadas com doenças cardíacas e diabetes, sugere a mesma nutricionista

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas