Aqui come-se um ovo cozido na ponte para dizer adeus às enxaquecasNotícias de Saúde

Quinta, 24 de Março de 2016 | 53 Visualizações

Fonte de imagem: manualdomundo

Comer um ovo cozido na ponte de Prado, Vila Verde, e atirar as cascas ao rio Cávado é uma tradição que se assume como concorrente direta do "Xanax" e que se repete anualmente, pela meia-noite do domingo de Páscoa.

"A tradição diz que quem, pela meia-noite do domingo de Páscoa, comer um ovo cozido em cima da ponte de Prado e atirar as cascas ao rio passa o ano inteiro sem ser acometido de dores de cabeça", explicou à Lusa o presidente da Junta de Freguesia local.

Paulo Gomes disse que costuma participar na tradição do "Ovo na Ponte", mas admitiu que aquele não é um antídoto "100 por cento eficaz" para as dores de cabeça.

"Mas pronto, nós queremos acreditar que o 'Ovo na Ponte', se não nos leva de vez as dores de cabeça, pelo menos atenua-as", acrescentou, com humor.

Segundo o autarca, a tradição já terá séculos e a sua origem não é conhecida.

A Junta de Freguesia "não a vai deixar morrer" e, este ano, assegura, até, a melhoria da iluminação geral da ponte centenária, para "melhor receber" todos quantos ali se deslocarem para participar na iniciativa.

Os participantes devem levar os seus ovos.

Segundo a tradição, o "Ovo na Ponte" era musicado com cânticos litúrgicos, conhecidos por "aleluias".

Atualmente, a música é outra, sendo frequente ouvir concertinas e cantares ao desafio.

"O que se pretende, acima de tudo, é que aquele seja um espaço e um momento de convívio, de encontro de velhos amigos, de sã confraternização", disse ainda Paulo Gomes.

Para a realização da tradição, o trânsito na ponte será cortado.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados