Apneia do sono vinculada ao risco aumentado de acidentes de trânsitoNotícias de Saúde

Terça, 13 de Setembro de 2016 | 68 Visualizações

Fonte de imagem:Huffington

A introdução de um teste objetivo para avaliar motoristas com a síndrome de apneia obstrutiva do sono (SAOS) poderia ajudar a abordar o maior risco de acidentes de trânsito observado nesta população de pacientes. 

Isto de acordo com os autores de um novo estudo apresentado esta semana no Congresso Internacional da Sociedade Europeia da Respiração (European Respiratory Society) em Londres.

Como parte do estudo, 129 pacientes com SAOS não tratada e 79 pacientes do grupo de controle realizaram um teste com um simulador de direção. Pacientes com SAOS relataram mais episódios de microcochilos e admitiram ter um alto risco de sonolência ao dirigir. Um total de 20% de pacientes com SAOS foram reprovados no teste, enquanto todos os pacientes do grupo de controle passaram. Os desvios da trajetória foram significativamente piores em pacientes com SAOS. 

O coautor do estudo, Dr. Mark Elliott, disse que, atualmente, profissionais médicos não têm acesso a testes objetivos para determinar quais pacientes com SAOS podem representar um risco para si mesmos e outros motoristas. 
“Os critérios atuais são arbitrários, vagamente baseados em evidências e têm o potencial de impedir a direção a muitas pessoas que, na verdade, são capazes de dirigir com segurança. Isto tem potenciais implicações de peso para a sociedade e a economia.” Ele disse que ter um teste objetivo “seria uma grande vantagem”. 

Partilhar esta notícia
Autor
Univadis
Referência

Info-Saúde Relacionados