Alterações climáticas influenciam tamanho do bebéNotícias de Saúde

Sábado, 20 de Junho de 2015 | 204 Visualizações

As alterações do clima da Terra, causadas pela ação humana, há muito preocupam o mundo científico, os ambientalistas e o público em geral. Teme-se que o aquecimento global e a subida dos níveis de dióxido de carbono na atmosfera criem um efeito de estufa tão pronunciado que, em última análise, possa colocar em risco a vida no planeta.

Agora, uma nova investigação lança luz sobre os efeitos que o aumento médio das temperaturas pode ter no processo de reprodução humana, e as conclusões não são otimistas. De acordo com os cientistas das universidades de Ben-Gurion (Israel) e Harvard (Estados Unidos) – que estudaram a relação entre o clima e a gravidez, no período de 2000 a 2008 – “foi descoberto que a exposição a altas temperaturas durante a gestação aumenta o risco de baixo peso do recém-nascido”, afirmou Itali Kloog, um dos autores do trabalho.

“Um aumento médio de 8.5 graus centígrados no terceiro trimestre foi relacionado com um decréscimo médio de 17 gramas dos bebés de termo”, adiantou o mesmo responsável. O efeito pode não parecer muito grave, mas os cientistas preocupam-se com o que pode vir a acontecer a longo prazo com as gestações expostas a temperaturas cada vez mais altas. “É possível que venhamos a assistir a efeitos indesejáveis na saúde infantil global”, pode ler-se no artigo que apresenta o estudo, publicado no jornal “Environmental Health Perspectives”.

Partilhar esta notícia
Autor
Pais
Referência

Notícias Relacionadas